"Não posso ir contra a geração de emprego e renda. Isso é burrice", disse o prefeito de Jijoca defendo a concessão do Parque Nacional de Jericoacoara - Revista Camocim

Clique na imagem e conheça nossos produtos e ofertas

Clique na imagem e conheça nossos produtos e ofertas


Clique na imagem e fale com a gente

Em Camocim, hospede-se nos hotéis Ilha Park e Ilha Praia Hotel. Clique na imagem e faça sua reserva




sábado, 2 de março de 2024

"Não posso ir contra a geração de emprego e renda. Isso é burrice", disse o prefeito de Jijoca defendo a concessão do Parque Nacional de Jericoacoara



“A gente sabe que têm muita fak news, tem candidato se aproveitando para tentar se promover em cima da história dessa concessão”, declarou o prefeito de Jijoca de Jericoacora, Lindbergh Martins, ao tratar da concessão do Parque Nacional de Jericoacoara, assunto abordado com inverdades pelo grupo de oposição, dentre tais, que Jericoacoara teria sido vendida.


“Não sou irresponsável e sei exatamente o que apoiei. Eu não me escondo”, disse o gestor, ressaltando que a concessão foi feita, pelo governo federal, a uma entidade privada com experiência exitosa na gestão de importantes pontos turísticos do Brasil.


Lindbergh lembrou ainda que o Parque compreende também os municípios de Cruz e Camocim, mas que não possuem gerencia alguma sobre o equipamento. 


As declarações do prefeito ocorreram na manhã deste sábado (2), durante entrevista na Rádio Boa Nova FM, 104.9. Ele destacou ainda que a concessão é um assunto discutido há 20 anos e que beneficiará o município com geração de emprego e renda.  


“Eu não posso ir contra um projeto de R$ 1 bilhão e meio, que inclusive nem vai vir na minha gestão”, disse. “Eu sou gestor de uma cidade turística, eu não posso ir contra o desenvolvimento, contra a geração de emprego e renda. Isso é burrice”, disparou, direcionando a crítica ao adversário político. “Um gestor que quer ser contra a geração de emprego e renda, é burro!”.


Confira o trecho da entrevista. 


Carlos Jardel