Argentina faz o que o Brasil deveria ter feito e está na final da Copa - Revista Camocim

Colégio Marujo, 15 anos! Na rota da educação!

Colégio Marujo, 15 anos! Na rota da educação!
Clique na imagem

Contato: (88)9 9937-1998

Contato: (88)9 9937-1998

Clique na imagem e conheça os cursos preparatórios e apoio educacional


Clique na imagem e conheça os produtos







quarta-feira, 14 de dezembro de 2022

Argentina faz o que o Brasil deveria ter feito e está na final da Copa



A Argentina está na final da Copa do Mundo com toda justiça. A Seleção Albiceleste venceu a Croácia por 3 a 0 com autoridade, batendo o adversário que tinha sido algoz do Brasil nas quartas de final. A classificação argentina foi a mostra de que para avançar em uma Copa do Mundo, contra adversários com variadas estruturas táticas, é preciso mudar e se reinventar.


E a Argentina fez isso a Copa toda. Scaloni não teve receio de mudar quando preciso e adaptar a Argentina a suas adversárias, como ocorreu diante do México (ainda na 1ª Fase quando a derrota ou empate poderiam custar a eliminação), Holanda nas quartas (quando espelhou o esquema com 3 zagueiros) e agora diante da Croácia (fortalecendo o meio campo com a entrada de Paredes).


São só exemplos de como a Copa do Mundo é um torneio de estratégia para cada adversário e não ficar preso em um time base, praticamente imutável como Tite fez com a Seleção Brasileira.


Contra Croácia, Scaloni sabia que o time europeu tentaria controlar a bola, cadenciar o jogo e atacar apenas em momentos do jogo. Se o Brasil caiu na armadilha, a Albiceleste veio preparada, jogando até recuada para atrair o time croata. E foi asim que venceu o jogo.


E a entrada de Paredes para reforçar o meio, fez com que Enzo Fernández 'colasse' em Modric e permitisse que De Paul e ele marcassem Brozovic e Kovacic. 


Então, plano de jogo argentino foi claro, em recuperar a bola e sair no contra-ataque rápido, e assim sairam os dois primeiros gols. O lance do pênalti aos 31 minutos, convertido por Messi, e o golaço de Julian Alvarez, aos 38.


Com 2x0 no placar, os hermanos controlaram o jogo na etapa final, criaram até mais chances que a Croácia e ainda fizeram o 3º, em jogada brilhante de Messi e convertida por Julian Alvarez.


MESSI JOGOU DEMAIS


Que Copa do Mundo está fazendo o craque argentino Messi. Gigante a Copa dele e a partida contra a Croácia foi um deleite para quem ama futebol e admira o futebol genial dele.


O camisa 10 da Argentina fez gol, deu assistência em jogada genial e bateu 2 recordes.


Ele chamou a responsabilidade mais uma vez ao bater o pênalti e converter com precisão, alcançando o 11º gol em Copas, liderando a lista de artilheiro de todos os tempos da Argentina, ultrapassando o lendário Batistuta.


Foi o 5º gol de Messi nesta Copa, de longe sua melhor. São 3 assistências e participação direta em 8 gols. 


Mas ele ainda mostraria toda sua genialidade: aos 23 minutos, fez o que quis com Gvardiol - um dos melhores zagueiros da Copa - e serviu Julián Álvarez, que fechou o placar.


E para completar, no domingo, ele se tornará o jogador com mais jogos em Copas do Mundo na história. Quando entrar em campo, chegará às 26 partidas e ultrapassará o alemão Lothar Matthäus.


Com Messi jogando o fino, a Argentina chega muito forte para a decisão, seja com França ou Marrocos. É esperar qual adversário será e a estratégia que Scaloni adotará. Mas uma coisa é certa: independente de como a Albiceleste for jogar, Messi estará lá para mostrar toda sua genialidade em busca do tão esperado título mundial.


Diário do Nordeste