Prefeitura de MG cancela show de Gusttavo Lima que custaria R$ 1,2 milhão - Revista Camocim



Clique na imagem e conheça os produtos




Barraca Mergulhe: Contato/WhatsApp: (88) 9 9260 4733

Barraca Mergulhe: Contato/WhatsApp: (88) 9 9260 4733





segunda-feira, 30 de maio de 2022

Prefeitura de MG cancela show de Gusttavo Lima que custaria R$ 1,2 milhão

 

A Prefeitura de Conceição do Mato Dentro, no interior de Minas Gerais, cancelou o show do cantor sertanejo Gusttavo Lima (foto). Como mostramos, verba que deveria ser destinada apenas para saúde, educação, ambiente e infraestrutura seria usada para pagar o cachê de R$ 1,2 milhão ao artista.


A apresentação seria realizada em 20 de junho, na 32ª Cavalgada do Jubileu do Senhor Bom Jesus do Matozinhos — um evento religioso. A cidade mineira tem apenas 17 mil habitantes.


O show da dupla Bruno e Marrone, que custaria R$ 520 mil aos cofres públicos da cidade, também foi cancelado.


Em vídeo publicado nas redes sociais, o prefeito Zé Fernando (MDB) afirmou que a festa “foi envolvida em uma guerra político-partidária, que nada tem a ver com a cidade”.


Na semana passada, Gusttavo Lima entrou na mira do Ministério Público por causa de dois contratos milionários firmados com prefeituras de Roraima e Minas Gerais. Levantamento de O Antagonista mostra que esses não foram casos isolados.


Apenas neste ano, o cantor bolsonarista vendeu seu show para pelo menos cinco cidades, embolsando R$ 4,3 milhões.


Via Camocim Portal de Noticias