Prefeitura de MG cancela show de Gusttavo Lima que custaria R$ 1,2 milhão - Revista Camocim

Super promoção "Matrícula Premiada" do Colégio Future.

Super promoção "Matrícula Premiada" do Colégio Future.

Colégio Future com matrículas abertas para 2023

Colégio Future com matrículas abertas para 2023

Clique na imagem e conheça os cursos preparatórios e apoio educacional


Clique na imagem e conheça os produtos







segunda-feira, 30 de maio de 2022

Prefeitura de MG cancela show de Gusttavo Lima que custaria R$ 1,2 milhão

 

A Prefeitura de Conceição do Mato Dentro, no interior de Minas Gerais, cancelou o show do cantor sertanejo Gusttavo Lima (foto). Como mostramos, verba que deveria ser destinada apenas para saúde, educação, ambiente e infraestrutura seria usada para pagar o cachê de R$ 1,2 milhão ao artista.


A apresentação seria realizada em 20 de junho, na 32ª Cavalgada do Jubileu do Senhor Bom Jesus do Matozinhos — um evento religioso. A cidade mineira tem apenas 17 mil habitantes.


O show da dupla Bruno e Marrone, que custaria R$ 520 mil aos cofres públicos da cidade, também foi cancelado.


Em vídeo publicado nas redes sociais, o prefeito Zé Fernando (MDB) afirmou que a festa “foi envolvida em uma guerra político-partidária, que nada tem a ver com a cidade”.


Na semana passada, Gusttavo Lima entrou na mira do Ministério Público por causa de dois contratos milionários firmados com prefeituras de Roraima e Minas Gerais. Levantamento de O Antagonista mostra que esses não foram casos isolados.


Apenas neste ano, o cantor bolsonarista vendeu seu show para pelo menos cinco cidades, embolsando R$ 4,3 milhões.


Via Camocim Portal de Noticias