Enfermeira dá cachaça por engano a paciente internada em hospital na Bahia - Revista Camocim

Super promoção "Matrícula Premiada" do Colégio Future.

Super promoção "Matrícula Premiada" do Colégio Future.

Colégio Future com matrículas abertas para 2023

Colégio Future com matrículas abertas para 2023

Clique na imagem e conheça os cursos preparatórios e apoio educacional


Clique na imagem e conheça os produtos







segunda-feira, 14 de março de 2022

Enfermeira dá cachaça por engano a paciente internada em hospital na Bahia



Uma enfermeira do Hospital Municipal de Santa Teresinha, no interior da Bahia, deu por engano um copo de cachaça a uma paciente internada. O caso aconteceu no sábado (12) e, segundo a profissional, ela achava que o líquido era água. As informações são do G1.


Zenilda Lisboa deu entrada na unidade sentido fortes dores no estômago. Ela conta que estava com dificuldade para respirar e, ao ser medicada e colocada em observação, pediu água para a enfermeira por estar com muita sede e garganta seca. 


"Quando bebi, identifiquei que não era água, que era bebida alcoólica. Aí passei mal, vomitei e fiquei internada no hospital. Fui para casa, mas senti muitas dores no estômago, ardência e retornei para o hospital”, disse ela. A paciente segue hospitalizada e fará exames médicos nesta segunda-feira (14). 


A enfermeira explicou ter pego a garrafa com o líquido em cima de um armário, onde a equipe costuma deixar água para agilizar o atendimento aos pacientes. Segundo ela, a bebida estava dentro de uma garrafa de água mineral. 


“Peguei um copo e enchi. Eu estava de máscara, não senti nenhum cheiro. Peguei a água e dei para a paciente", explicou ela ao G1.


SECRETARIA DE SAÚDE ABRE SINDICÂNCIA


O secretário municipal de Saúde de Santa Teresinha, José Lindomar, pediu desculpas pelo ocorrido e disse que uma sindicância foi aberta para investigar como a cachaça foi parar na unidade.


“Quero aqui pedir desculpas à paciente e a todos os seus familiares. E frisar que estamos apurando esse acontecimento", disse ele. 


Diário do Nordeste