Policiais acusados de organização criminosa serão afastados da função e usarão tornozeleira eletrônica - Revista Camocim

















segunda-feira, 27 de setembro de 2021

Policiais acusados de organização criminosa serão afastados da função e usarão tornozeleira eletrônica



A Justiça atendeu parte das medidas cautelares solicitadas pelo Ministério Público do Ceará (MPCE) após denúncia contra organização criminosa formada por delegadas, inspetores, um ex-inspetor e um escrivão da Polícia Civil do Ceará. Todos os acusados deverão, conforme decisão, ser afastados de suas funções públicas, ter sigilos quebrados, passar por busca e apreensão em suas casas e locais de trabalho, além de usarem tornozeleira eletrônica.


As informações foram repassadas em coletiva de imprensa na manhã desta terça-feira, 27.


Ao todo, são 32 acusados de integrar a organização criminosa, composta por 22 inspetores da Polícia Civil do Ceará, um escrivão, duas delegadas e um ex-inspetor também da PCCE e outros seis civis (informantes e traficantes) 


Os responsáveis por assinar a denúncia contra o grupo investigado são o procurador-geral de Justiça, Manuel Pinheiro e seis membros do Grupo de Atuação Especial de Combate às Organizações Criminosas (Gaeco).


Com informações de Angélica Feitosa


O POVO

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.