Motolâncias do Samu Fortaleza atuam na Praia do Futuro, nos fins de semana de julho - Revista Camocim

Clique na imagem e conheça nossos produtos e ofertas

Clique na imagem e conheça nossos produtos e ofertas


Clique na imagem e fale com a gente

Em Camocim, hospede-se nos hotéis Ilha Park e Ilha Praia Hotel. Clique na imagem e faça sua reserva




quarta-feira, 10 de julho de 2024

Motolâncias do Samu Fortaleza atuam na Praia do Futuro, nos fins de semana de julho



As motolâncias do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu 192 Fortaleza) estão atuando nos fins de semana de julho na orla da Praia do Futuro. A Prefeitura de Fortaleza disponibiliza o serviço, por meio de duas equipes, das 9h às 17h.    


O intuito é promover os primeiros socorros de forma ágil durante as férias, quando o fluxo de banhistas aumenta na orla. As motocicletas possuem recursos equivalentes aos das ambulâncias de suporte básico, incuindo desfibrilador automático, equipamento de imobilização de fraturas e kits de parto. 


A equipe da motolância presta atendimento pré-hospitalar imediato e estabilização da vítima, antes da chegada da ambulância, quando há a necessidade de transferência do paciente para uma unidade de saúde.


Motolâncias


Atualmente, Fortaleza possui seis motolâncias, que realizam rondas, proporcionando maior velocidade no atendimento de ocorrências que exigem rapidez no deslocamento ou mobilidade em áreas de difícil acesso. 


O serviço é realizado por enfermeiro ou técnico de enfermagem, que atuam em dupla, com uma moto equipada para atendimento clínico e outra para assistência a traumas. De janeiro a maio deste ano, as motolâncias realizaram 1.035 atendimentos.


Samu Fortaleza


O Samu é destinado ao atendimento de emergências médicas pré-hospitalares agudas e graves, acionado pelo número telefônico 192, que opera 24 horas por dia. O contato inicial é feito por profissionais treinados e os casos são avaliados por médicos, que enviam o recurso necessário de acordo com a emergência.


Esses recursos variam desde orientações por telefone até o envio de motolâncias, do Bike Vida, de unidade psiquiátrica e de unidade básica ou avançada.


A Capital dispõe, atualmente, de 35 ambulâncias de Suporte Básico de Vida, contando com apoio para casos em saúde mental; Suporte Intermediário de Vida e Suporte Avançado de Vida para atendimento pré-hospitalar.


Blog do Roberto Moreira