Eleições 2024: saiba como funciona o limite de gastos e quais são as consequências para candidatos que ultrapassarem teto - Revista Camocim

Clique na imagem e conheça nossos produtos e ofertas

Clique na imagem e conheça nossos produtos e ofertas


Clique na imagem e fale com a gente

Em Camocim, hospede-se nos hotéis Ilha Park e Ilha Praia Hotel. Clique na imagem e faça sua reserva




quarta-feira, 10 de julho de 2024

Eleições 2024: saiba como funciona o limite de gastos e quais são as consequências para candidatos que ultrapassarem teto



O estabelecimento de um valor máximo de recursos gastos por cada candidato tem como objetivo evitar o chamado abuso de poder econômico. Essa infração, em matéria eleitoral, é caracterizada pelo uso excessivo de recursos econômicos, materiais ou humanos, com finalidade de beneficiar determinado candidato, partido ou coligação, ação essa que prejudica a isonomia eleitoral.


O cálculo do limite leva em consideração o tamanho do município e o cargo ao qual cada candidato pretende concorrer. Dessa forma, o teto de gastos para o cargo de prefeito deve ser maior do que aquele estabelecido para vereador em um mesmo município. Seguindo essa mesma lógica, o limite em cidades de médio e grande porte é maior do que nas de pequeno porte.


Quais as consequências para o candidato que infringir o limite de gastos das eleições 2024?


Os candidatos que excederem os limites estabelecidos pagarão uma multa equivalente a 100% do valor excedente, sem excluir qualquer tipo de apuração de abuso de poder econômico. Caso seja constatado abuso de poder econômico pela Justiça Eleitoral, o candidato pode ser cassado e ficar inelegível por oito anos.


GC+