'Matador da Massa', suspeito de participar de ataque em Fortaleza, tem prisão preventiva decretada - Revista Camocim

Clique na imagem e conheça nossos produtos e ofertas

Clique na imagem e conheça nossos produtos e ofertas


Clique na imagem e fale com a gente

Em Camocim, hospede-se nos hotéis Ilha Park e Ilha Praia Hotel. Clique na imagem e faça sua reserva




quinta-feira, 27 de junho de 2024

'Matador da Massa', suspeito de participar de ataque em Fortaleza, tem prisão preventiva decretada



A Justiça do Ceará decretou a prisão preventiva de mais um suspeito de participar do ataque na Areninha do Barroso, em Fortaleza. Clenilson Ferreira de Brito, o 'Del', foi preso em flagrante e, conforme decisão judicial, apontado como 'matador' da facção Massa Carcerária.


Clenilson estava preso até o início de 2024, mas foi posto em liberdade e agora é investigado como um dos participantes diretos da tentativa de chacina que deixou uma mulher de 48 anos e uma criança de 10 anos mortas, além de outros oito menores de idade baleados. Quando ouvido na delegacia, ele negou ser faccionado e disse que no momento do crime da última sexta-feira (21) estava com uma mulher no bairro Parque Iracema.


A reportagem apurou que a Polícia Civil ouviu populares, de forma sigilosa, que "afirmaram categoricamente que Clenilson Ferreira de Brito é integrante da Massa Carcerária e, após ser liberado da prisão (fato ocorrido em data recente), passou a frequentar o bairro durante a madrugada, efetuando disparos e aterrorizando os moradores, sendo, ainda, apontado como autor de outros homicídios e tentativas de homicídios, todos motivados por rivalidade entre facções criminosas".


"Uma outra testemunha relatou que integrantes da Massa Carcerária teriam publicado no aplicativo Telegram que “iriam matar cidadãos e crianças” do Bairro Jardim Violeta"


'EXTREMA GRAVIDADE'


O Ministério Público do Ceará (MPCE) foi a favor da conversão do flagrante em prisão preventiva. Na decisão, o juiz da 17ª Vara Criminal disse que estão presentes os índices "de autoria e a materialidade do crime de integrar organização criminosa armada" e que 'Del' "foi preso por ser, em tese, integrante da Massa Carcerária exercendo função de matador na mencionada organização criminosa".


"Os fatos relatados no procedimento policial são de extrema gravidade, pois o autuado e seus comparsas, supostamente integrantes da Massa Carcerária, teriam praticado dois homicídios e oito tentativas de homicídio em um mesmo contexto fático, tendo as vítimas fatais (uma mulher e uma criança de dez anos de idade) sido assassinadas com diversos tiros, inclusive nas costas (a mulher) e na cabeça (o menino), devendo ser consignado que entre os sobreviventes há quatro crianças (com idades entre 8 e 11 anos) e quatro adolescentes (com idades entre 14 e 16 anos)"

Juiz


Uma parente de Daniel Levi Cardoso Gomes, 10, morto no ataque, estava no local do crime e disse ao Diário do Nordeste que os criminosos chegaram disparando sem ter um alvo específico: "foram mais de 50 disparos", segundo ela, que preferiu não ser identificada.


BUSCAS


'Del' foi preso no último dia 23 de junho, na casa da mãe dele. Ele já tinha antecedentes criminais por homicídio.


Até essa quarta-feira (26), foram capturados cinco suspeitos de envolvimento na tentativa de chacina, dentre eles dois adolescentes.


Dos maiores de idade investigados, também foram identificados: Carla Germano Sales, conhecida como 'Bibi Perigosa' ou 'Peppa Pig'; Cesario Mariano da Silva Junior; Narcelio da Silva Pereira, o 'Cego'; e Victor Henrique Pereira Carneiro, o 'Viti'.


Todos eles são apontados como ex-integrantes da facção criminosa Comando Vermelho (CV), rasgaram a camisa, ou seja, saíram do CV, e passaram a integrar a  'Massa Carcerária' ou 'Tudo Neutro' (TDN). Os suspeitos, conforme a reportagem apurou, "agem nas localidades do 'Barreirão', (no bairro Cajazeiras), e da Conquista, e estão atuando em conjunto nas ações criminosas".


Diário do Nordeste