Vereador por Choró e mais três homens são capturados em flagrante por homicídio em Quixadá - Revista Camocim

Clique na imagem e fale com a gente

Clique na imagem e conheça nossos produtos e ofertas

Clique na imagem e conheça nossos produtos e ofertas

Financiamento a partir de R$160 mil.Venha conversar com a gente. Clique na imagem.


Em Camocim, hospede-se nos hotéis Ilha Park e Ilha Praia Hotel. Clique na imagem e faça sua reserva




terça-feira, 30 de janeiro de 2024

Vereador por Choró e mais três homens são capturados em flagrante por homicídio em Quixadá


O vereador por Choró, Manoel Carneiro de Figueiredo Neto, conhecido como 'Neto Carneiro', foi preso em flagrante pela Polícia Militar do Ceará (PMCE), por suspeita de participar de um homicídio em Quixadá, na manhã desta segunda-feira (29). Outros três suspeitos, entre eles um adolescente de 17 anos, também foram capturados. 


O homem de 36 anos, identificado apenas como Danilo, foi atingido por disparos de arma de fogo em um estabelecimento comercial, no bairro Cohab, e morreu no local. Após receber informações sobre o homicídio, policiais militares da Força Tática, do Comando de Policiamento de Rondas de Ações Intensivas e Ostensivas (CPRAIO) e do Policiamento Ostensivo Geral (POG) realizaram buscas pelos suspeitos e abordaram um veículo utilizado no crime.


Os quatro homens que estavam no automóvel receberam voz de prisão. Com eles, foram apreendidas duas armas de fogo, carregadores e 23 munições.


Os suspeitos foram levados à Delegacia Regional de Quixadá, da Polícia Civil do Ceará (PC-CE). No local, com o apoio de imagens de videomonitoramento, a equipe policial chegou à conclusão de que o carro usado no homicídio era o mesmo do grupo apreendido. Os três adultos foram autuados em flagrante por homicídio doloso.


Conforme a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), os suspeitos foram identificados como Neto Carneiro, 39; Carlos Henrique da Silva Flor, 30, com antecedentes criminais por roubo a pessoa e tráfico de drogas; e Francisco Felipe de Lima Nascimento, 21, com passagens por porte ilegal de arma de fogo. Já o adolescente de 17 anos foi autuado por ato infracional análogo ao crime de homicídio.


A motivação do homicídio não foi informada pela SSPDS. A reportagem não conseguiu contato com a defesa dos suspeitos. O grupo está à disposição da Justiça.


Diário do Nordeste