Parabéns Colégio Marujo! 16 anos na Rota da Educação! - Revista Camocim

Clique na imagem e fale com a gente

Clique na imagem e conheça nossos produtos e ofertas

Clique na imagem e conheça nossos produtos e ofertas

Financiamento a partir de R$160 mil.Venha conversar com a gente. Clique na imagem.


Em Camocim, hospede-se nos hotéis Ilha Park e Ilha Praia Hotel. Clique na imagem e faça sua reserva




sábado, 27 de janeiro de 2024

Parabéns Colégio Marujo! 16 anos na Rota da Educação!



Foi no ano de 1998 
Quando na docência iniciou 
Mesmo querendo ser marinheira, 
Sua mãe nunca deixou 
Então, o novo sonho surgiu 
E por esse sonho trabalhou. 


Lecionando nas escolas 
Pôde muitas vidas ensinar 
Experiência em sala de aula 
Só fez a profissão ainda mais amar 
E construir sua própria escola 
Estava mais perto de se realizar.


Tudo na vida há um propósito 
E um fato marcante aconteceu: 
A partida de Francisco 
Para o céu logo ocorreu.
Muita tristeza e comoção 
Tudo conforme os planos de Deus.


Isso foi no ano de 2004 
Quando Francisco se despediu. 
Sua ida trouxe dores 
Sua família a perda sentiu. 
Ele era um grande marinheiro 
E sua missão ele cumpriu. 


O fato nunca será esquecido 
É algo que no coração ficou 
Mas a partir disso tudo 
Aquele sonho enfim, começou 
Pois uma contribuição financeira 
Francisco como herança deixou. 


Finalmente comprou o terreno 
Para a escola construir 
Com seu salário de professora 
Pôde tijolos e telhas adquirir 
Com esforço e dedicação 
Tudo iria se cumprir.


Alguém muito honesto e profissional 
Foi chamado para trabalhar 
O mestre de obras, Zé Preto, 
Seu nome aqui não poderia faltar 
Pois desde o início desse projeto 
Zé Preto está a colaborar. 


De 2004 a 2008 


Zé preto deu início à construção.
E em janeiro de 2008
Teve a inauguração.
O Colégio atenderia algumas crianças 
Com três salas e um pavilhão. 


Mesmo amando ser professora 
Já não podia mais ensinar 
Toda escola exige uma boa direção 
Para seu trabalho continuar 
Então, a primeira professora 
Foi convidada para lecionar.


O seu nome era Francisca 
Ensinava com muita dedicação 
Com auxílio da Jaynara 
Às crianças davam muita atenção 
E assim a escola crescia 
Com uma boa professora e uma boa direção.


O nome escolhido foi Marujo 
Para homenagear seu irmão 
Que contribuiu tão grandemente 
Com sua nobre profissão 
Deixando um legado à família 
De que todos cumprimos uma missão.


Essa história tem dono 
E teve de Deus a permissão 
É a história da professora Regina
Que lutou com determinação 
Apesar de tantas lutas 
Venceu toda provação. 


Aquilo que antes era sonho 
Tornou-se a realidade 
São duas escolas, dezenas de professores 
Que trabalham com lealdade.
Um público cada vez maior, 
Famílias que nos dão credibilidade. 


No mar do conhecimento 
Nós todos damos as mãos
Alunos, professores e funcionários 
Seguimos uma só direção. 
A nossa rota sempre será 
A rota da EDUCAÇÃO. 


(Autora: professora Juliana Magalhães de Sousa)