Democrata volta a demitir funcionários e gera incertezas sobre permanência em Camocim - Revista Camocim

Clique na imagem e se inscreva no nosso canal


Clique na imagem e conheça nossos produtos e ofertas

Clique na imagem e conheça nossos produtos e ofertas


Clique na imagem e fale com a gente

Em Camocim, hospede-se nos hotéis Ilha Park e Ilha Praia Hotel. Clique na imagem e faça sua reserva




sexta-feira, 16 de junho de 2023

Democrata volta a demitir funcionários e gera incertezas sobre permanência em Camocim


A filial da fábrica Democrata Calcados de Camocim voltará a realizar corte de funcionários neste mês de junho. Desde fevereiro são mais de 400 vagas de empregos encerradas na unidade. 


De acordo com informações obtidas pelo Blog, mais de 20 rescisões estão para serem homologadas na próxima semana. 


O cenário de incerteza e queda na produção da fábrica de Camocim preocupa funcionários da unidade. A realidade porém, destoa do que vive a filial da Democrata de Santa Quitéria que opera com mais de mil funcionários e não registra cortes. 


Até o final de 2022, a unidade fabril de Camocim operava com forte demanda e mais de mil funcionários e três turnos de funcionamento, porém, 2023 chegou com um impacto negativo. 


O assunto repercutiu na Câmara de Vereadores de Camocim durante a sessão desta sexta-feira, 16, quando o Edil Rosivan Nascimento chegou a dizer que a Democrata poderia fechar segundo rumores. O comentário do colega foi rebatido pelo líder do Governo César Veras que afirmou ter ligado para o diretor da Fábrica e ouvido que essa possibilidade nunca fora aventada pela empresa. 


A justificativa da empresa pelo número de demissões é a queda nas demandas por produção que tem gerado vagas ociosas. 


André Martins, no Camocim Portal de Notícias