Aula inaugural do Curso de Ciências Sociais da UECE abordou o tema: "parques eólicos e territorialidades no litoral do Ceará". - Revista Camocim

Se inscreva nosso canal no YouTube


Clique na imagem e conheça nossos produtos e ofertas

Clique na imagem e conheça nossos produtos e ofertas


Clique na imagem e fale com a gente

Em Camocim, hospede-se nos hotéis Ilha Park e Ilha Praia Hotel. Clique na imagem e faça sua reserva




segunda-feira, 20 de março de 2023

Aula inaugural do Curso de Ciências Sociais da UECE abordou o tema: "parques eólicos e territorialidades no litoral do Ceará".



O curso de Ciências Sociais da Universidade Estadual do Ceará - UECE, em Itapipoca, por meio do Centro Acadêmico Marielle Franco, realizou, no dia 17, a Aula Inaugural do semestre, tratando do Tema “Parques eólicos e territorialidades no litoral do Ceará". Além dos acadêmicos, pescadores, membros de movimentos populares e de comunidades tradicionais de regiões costeiras participaram da aula.


Na mesa expositora da temática, participaram: Valyres Sousa, pescador e morador nativo de Caetanos de Cima (Assentamento Sabiaguaba), Amontada, integrante da Articulação Povos de Luta; Carine Santos, militante, filha de pescador artesanal e educadora da Escola do Campo Nazaré Flor, Assentamento Maceió, Itapipoca, e Júlio Holanda, professor da rede estadual e pesquisador na área de justiça ambiental e energias renováveis.


Para a Articulação Estadual Povos de Luta, a aula foi um "espaço de fundamental importância para refletir sobre os impacto às comunidades tradicionais, indígenas e quilombolas da zona costeira do Ceará e Brasil".


A Articulação Povos de Luta, que se organiza como um movimento popular, trabalha movimentando as comunidades tradicionais e urbanas para enfrentarem a problemática dos empreendimentos eólicos no mar. Neste sentido, várias encontros de formação e mobilização já foram realizados em algumas regiões litorâneas, das quais se destacam três intercâmbios em comunidades praianas - Curimãs, em Barroquinha, Caetanos, em Amontada e em Batoque, no município de Aquiraz. 


Carlos Jardel