Jovem de 19 anos morta em Morrinhos foi ameaçada por suspeito para sair do trabalho com ele - Revista Camocim

Colégio Marujo, 15 anos! Na rota da educação!

Colégio Marujo, 15 anos! Na rota da educação!
Clique na imagem

Contato: (88)9 9937-1998

Contato: (88)9 9937-1998

Clique na imagem e conheça os cursos preparatórios e apoio educacional


Clique na imagem e conheça os produtos







quinta-feira, 5 de janeiro de 2023

Jovem de 19 anos morta em Morrinhos foi ameaçada por suspeito para sair do trabalho com ele



Um dos presos por participação no homicídio de Itamara Eny de Freitas, de 19 anos, no Município de Morrinhos (a cerca de 205 km de distância de Fortaleza), confessou à Polícia que ameaçou de morte a jovem, para ela sair do local de trabalho com ele, no último sábado (31). Ele e o comparsa tiveram a prisão preventiva decretada pela Justiça Estadual, na última terça-feira (3).


José Almino Holanda, de 35 anos, e Francisco Gabriel dos Santos, 20, trabalhavam juntos em um parque de diversão que estava instalado em Morrinhos, antes de serem presos.


De acordo com documento que a reportagem teve acesso, em depoimento à Delegacia Municipal de Marco, da Polícia Civil do Ceará (PC-CE), José Almino afirmou que foi à funerária onde Itamara Eny trabalhavar para buscar e levá-la até o colega de trabalho, a pedido deste, que teria interesses amorosos com a jovem.


Imagens de câmeras de segurança mostram Almino chegar na funerária e, em seguida, sair na companhia da funcionária. Suspeito e vítima embarcam em uma motocicleta, dirigida pela mulher, com destino ao local do crime.


Para convencer Itamara de sair com ele, o suspeito confessou que a ameaçou de morte. Mas negou que estivesse na posse de alguma arma. José Almino afirma ainda que entregou Itamara Eny para o comparsa e saiu do local. E garante que não cometeu estupro nem o homicídio contra a jovem.


Já Francisco Gabriel rebateu, também em depoimento à Delegacia Municipal de Marco, que Almino sequestrou Itamara com o objetivo de estuprá-la e sustentou que não participou dos crimes. Gabriel era vizinho de Itamara, participou das buscas pela jovem e ainda publicou uma mensagem, nas redes sociais, em que "torcia" para ela ser encontrada com vida.


PRISÕES PREVENTIVAS DECRETADAS PELA JUSTIÇA


O Plantão do 5º Núcleo Regional, da Justiça Estadual, converteu as prisões em flagrante de José Almino Holanda e Francisco Gabriel dos Santos em prisões preventivas, na última terça-feira (3).


Vislumbro a necessidade da segregação cautelar para a garantia da ordem pública diante da periculosidade concreta da conduta imputada. Os indícios são fortes que osflagranteados sequestraram a vítima, estupraram e ceifaram sua vida."

JOSILENE DE CARVALHO SOUSA

Juíza de Direito Plantonista


A dupla foi presa em flagrante na última segunda-feira (2). José Almino foi detido em uma residência no bairro Flores, no Município de Amontada, e estava com uma roupa semalhante à utilizada no dia do crime, conforme imagens de câmeras de segurança. Ele já respondia por um estupro ocorrido em 2013 e também pelo crime de receptação.

Já Francisco Gabriel era vizinho de Itamara Eny e, segundo a família da vítima, era apaixonado por ela, o que o fez premeditar o crime. Ele foi capturado em Bom Princípio, na cidade de Morrinhos, mesma localidade onde o corpo da vítima foi encontrado. O jovem de 20 anos não tinha passagens pela Polícia.


Os dois suspeitos também foram autuados em flagrantes pelos crimes de sequestro e cárcere privado para fins libidinosos e de estupro, além de homicídio qualificado por motivo fútil.


TRABALHOS ININTERRUPTOS EM BUSCA DA JOVEM


Itamara Eny desapareceu na tarde do último sábado (31), após ser raptada do seu local de trabalho, no Centro de Morrinhos. Um Boletim de Ocorrência (BO) foi registrado no domingo (1º), na Delegacia Municipal de Bela Cruz, e transferido para a Delegacia Municipal de Marco.


A SSPDS destacou que, de imediato, as Forças de Segurança do Estado realizaram uma força-tarefa ininterrupta para encontrar a jovem, que contou com a participação de equipes da Polícia Civil e da Polícia Militar do Ceará (PMCE).



Policiais militares do Batalhão Especializado de Policiamento do Interior (Bepi), do Comando de Policiamento de Rondas e Ações Intensivas e Ostensivas (CPRaio), e do Policiamento Ostensivo Geral (POG) realizaram buscas por Morrinhos e outros municípios, com o apoio de bombeiros e cães farejadores do Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Ceará (CBMCE).


Informações do Diário do Nordeste