Maioria de votos de Lula no Ceará foi exatamente a mesma que garantiu vitória no País: 2,1 milhões - Revista Camocim

Super promoção "Matrícula Premiada" do Colégio Future.

Super promoção "Matrícula Premiada" do Colégio Future.

26 de novembro: Show do Hungria em Camocim no Ilha Park

Colégio Future com matrículas abertas para 2023

Colégio Future com matrículas abertas para 2023

Clique na imagem e conheça os cursos preparatórios e apoio educacional


Clique na imagem e conheça os produtos







segunda-feira, 31 de outubro de 2022

Maioria de votos de Lula no Ceará foi exatamente a mesma que garantiu vitória no País: 2,1 milhões

 


A campanha do ex-presidente Lula não só manteve a ampla margem de votos para o petista como elevou a votação em cerca de 229 mil votos, alta de 6,4% em relação ao resultado do primeiro turno. Ao todo, Lula obteve no Ceará 69,9% dos votos, contra 30% de Jair Bolsonaro, um resultado comemorado pela campanha petista, que fecha o ciclo eleitoral com 100% de êxito no Estado na campanha majoritária.


O PT elegeu, no Ceará, Elmano de Freitas ao governo do Estado, Camilo Santana ao Senado e Lula a presidente da República. 


Em números gerais, o total de 3,8 milhões de votos no segundo turno deu uma maioria a Lula de 2,1 milhões de votos em relação ao presidente Jair Bolsonaro. Esta diferença entre os dois no Ceará foi exatamente os números da maioria que deu a vitória a Lula em todo o território nacional. 


Em todo o País, a maioria de 6,1 milhões de votos a favor de Lula ocorrida no primeiro turno caiu para 2,1 milhões de votos no segundo turno. Bolsonaro conseguiu crescer, mas não o suficiente para virar o placar.  


Voltando ao contexto do Ceará, mesmo o candidato do PL tendo crescido 18,6% entre o primeiro e o segundo turno, a ampla maioria petista demostrou uma hegemonia do partido no Estado, assim como nos demais estados do Nordeste, com ampla maioria de votos. 


O senador eleito Camilo Santana (PT) que comandou a campanha no Ceará sai da eleição tendo conseguido êxito na disputa ao senado, ao governo do Estado com a eleição de Elmano de Freitas e, agora no segundo turno, com a vitória de Lula. 


Diário do Nordeste