Ceará é o estado do Nordeste com maior aumento proporcional de votos em Lula no 2º turno - Revista Camocim

Super promoção "Matrícula Premiada" do Colégio Future.

Super promoção "Matrícula Premiada" do Colégio Future.

Colégio Future com matrículas abertas para 2023

Colégio Future com matrículas abertas para 2023

Clique na imagem e conheça os cursos preparatórios e apoio educacional


Clique na imagem e conheça os produtos







segunda-feira, 31 de outubro de 2022

Ceará é o estado do Nordeste com maior aumento proporcional de votos em Lula no 2º turno


O presidente eleito do Brasil, neste domingo (30), Luiz Inácio Lula da Silva (PT), obteve no 2º turno das eleições, 3,8 milhões de votos no Ceará. Em número absolutos foram 229 mil votos dos cearenses a mais do que os 3,5 milhões obtidos no 1º turno no Estado. No Nordeste, o Ceará foi o estado que teve o maior aumento proporcional dos votos no petista, com um acréscimo de 6,41% em relação ao 1º turno.


Análise feita pelo Diário do Nordeste com base nos dados do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) evidencia que, no país, entre as unidades da federação, o maior aumento proporcional de votos obtido por Lula no 2º turno foi no Distrito Federal, com um crescimento de 12,28% no total de eleitores entre um turno e outro.


Já entre os estados, em São Paulo, embora tenha perdido para Jair Bolsonaro (PL), Lula teve 9,82% a mais de votos no 2º turno se comparado ao 1º turno. Ele passou de 10,4 milhões de votos na 1ª etapa para 11,5 milhões na 2ª.


No Ceará, assim como já havia feito no 1º turno, Lula ganhou em todos os 184 municípios. Em Fortaleza, a votação do petista passou de 802 mil votos para 880 mil votos entre um turno e outro. O saldo foi de 78,5 mil votos a mais em Lula no domingo do 2º turno.  


Diferença de votos no 1º e no 2º turno no Nordeste


Alagoas: acréscimo de 0,27% votos = 2.675 votos a mais

Bahia: acréscimo de 3,83% votos = 224.734  votos a mais

Ceará: acréscimo de 6,41% votos = 229.536  votos a mais

Maranhão: acréscimo de 2,50% votos = 64.971 votos a mais

Paraíba: acréscimo de 3,03% votos =  47.085  votos a mais

Pernambuco: acréscimo de 2,32% votos =  82.611 votos a mais

Piauí: acréscimo de 2,20% votos = 33.375 votos a mais

Rio Grande do Norte: acréscimo de 4,95% votos = 62.606 votos a mais

Sergipe: acréscimo de 4,13% votos = 34.235 votos a mais


PARTICIPAÇÃO DO NORDESTE


Das 27 unidades da federação, Lula aumentou a quantidade de votos em 23 delas. Em alguns estados do Norte – Acre, Amazonas, Amapá e Roraima – o desempenho de Lula foi pior no 2º turno do que no 1°. Na região, ele teve o menor incremento de eleitores, com aumento de apenas 0,78% dos votos.


Já no estados do Nordeste, o petista teve um crescimento de 3,59% dos votos entre um turno e outro. Em números absolutos, foram 781 mil votos a mais no candidato do PT na Região.


Repetindo o desempenho do 1º turno, Lula ganhou em todos os 9 estados do Nordeste, e o eleitorado da Região garantiu 37,34% dos votos do presidente eleito. 


No Nordeste, na Bahia, 4º maior colégio eleitoral do país, Lula obteve 6 milhões de votos, um incremento de 3,83% em relação ao 1º turno. Ainda assim, em número absolutos, a quantidade de votos a mais no estado baiano não superou os do Ceará.


No Piauí, Lula teve a votação proporcional mais expressiva entre os estados. O presidente eleito recebeu 76,86% dos votos válidos contabilizados no estado. 


VITÓRIA DE LULA


A vitória de Lula foi confirmada pelo TSE por volta de 19h57, quando 98,81% das urnas já tinham sido apuradas. Lula, naquele momento, tinha 50,83% dos votos válidos e não poderia mais ser alcançado por Jair Messias Bolsonaro (PL), naquela altura, com 49,17% de votos válidos.


Já com 100% das urnas apuradas, Lula registrou 50,90% dos votos válidos e Bolsonaro obteve 49,10%. O presidente eleito ganhou em 13 estados do Brasil.  


Diário do Nordeste