Guimarães diz que PT anuncia chapa ao Governo do Ceará até sábado (23) e articula presença de Lula - Revista Camocim

Super promoção "Matrícula Premiada" do Colégio Future.

Super promoção "Matrícula Premiada" do Colégio Future.

Colégio Future com matrículas abertas para 2023

Colégio Future com matrículas abertas para 2023

Clique na imagem e conheça os cursos preparatórios e apoio educacional


Clique na imagem e conheça os produtos







quinta-feira, 21 de julho de 2022

Guimarães diz que PT anuncia chapa ao Governo do Ceará até sábado (23) e articula presença de Lula



Deputado federal e vice-líder do PT Nacional, José Guimarães, anunciou nesta quinta-feira (21) que o partido deve lançar chapa para o Governo do Ceará até o sábado (23), data em que está previsto encontro de tática do partido no Estado.


Desde a terça-feira (19), após decisão do PDT em lançar o ex-prefeito Roberto Cláudio como pré-candidato do partido, contrariando posicionamento de alguns partidos aliados, grupo formado por PT, MDB, PP, PCdoB, PV e PSDB (que ainda deve tomar posição), discute palanque próprio.


Segundo Guimarães, há tratativas para que o pré-candidato a presidente da República pelo PT, o ex-presidente Lula, esteja presente no anúncio oficial, previsto para 2 de agosto.


"Nossa ideia é, até sábado, anunciar a chapa. Estamos para a luta. A ideia é o Lula vir ao Ceará para anunciar a nossa empreitada", afirmou Guimarães nas redes sociais.



O deputado, que já colocou o nome à disposição, disse ainda que a cabeça de chapa será do PT e a posição de candidato a vice será ocupada por partido aliado. "A ideia é agregar, em torno do Camilo, que é candidato ao Senado, todos esses partidos com os quais estamos dialogando", afirmou.


Guimarães voltou ainda a fazer críticas à decisão do PDT e disse que o partido rompeu a aliança. "O PDT escolheu, unilateralmente, um candidato, desconsiderando nossas ponderações e o papel do ex-governador Camilo Santana. Ao tomar esse caminho, rompeu a aliança e nos obriga a repensar o projeto para o Ceará", afirmou.


Diário do Nordeste