Evandro Leitão abre mão de pré-candidatura no PDT e anuncia apoio a Izolda Cela - Revista Camocim

Super promoção "Matrícula Premiada" do Colégio Future.

Super promoção "Matrícula Premiada" do Colégio Future.

Colégio Future com matrículas abertas para 2023

Colégio Future com matrículas abertas para 2023

Clique na imagem e conheça os cursos preparatórios e apoio educacional


Clique na imagem e conheça os produtos







segunda-feira, 18 de julho de 2022

Evandro Leitão abre mão de pré-candidatura no PDT e anuncia apoio a Izolda Cela

 


O presidente da Assembleia Legislativa (AL-CE) e pré-candidato a governador pelo PDT, Evandro Leitão, desistiu de disputar a indicação do partido. A decisão foi feita em uma postagem nas redes sociais do deputado estadual na tarde desta segunda-feira (18). Uma reunião do partido está marcada para as 17 horas.


"Anuncio agora a retirada de minha pré-candidatura ao Governo do Estado para me somar a um projeto em que acredito, um projeto em que defendo Izolda Cela governadora por mais quatro anos para avançar nas profundas transformações pelas quais passamos", disse Evandro.


O PDT trabalhava até então com quatro pré-candidatos. Com a saída de Evandro, seguem na disputa a governadora Izolda Cela, o ex-prefeito de Fortaleza Roberto Cláudio e o deputado federal Mauro Filho. Nas últimas semanas, o partido vive clima de tensão com acirramento entre Izolda e Roberto Cláudio.


Evandro atrelou a decisão à conversa com o prefeito de Sobral, Ivo Gomes, que teria relatado apoio do senador Cid Gomes ao nome de Izolda. Cid tem estado publicamente ausente das tratativas do PDT.


"Minha intenção foi fortalecida ao conversar ontem com o prefeito Ivo Gomes, e ouvir dele relato de conversa que teve com o irmão, nosso líder Cid Gomes, defendendo claramente o nome de Izolda para representar nosso projeto como candidata".



REUNIÃO DO DIRETÓRIO


Um encontro no final da tarde deverá reunir os 84 membros do diretório estadual para indicar quem disputará a eleição para o Governo do Estado. Uma reunião prévia parcada para as 15 horas, no entanto, deve ocorrer na sede do PDT em Fortaleza, essa com a participação apenas da cúpula do partido. 


De acordo com o presidente André Figueiredo, esse momento é para deliberar sobre a metodologia do encontro com os membros.


O deputado federal articula para que não seja necessário abrir votação para escolha entra Izolda e Roberto Cláudio. A ideia, portanto, é que uma decisão em consenso seja estabelecida anteriormente. 


Diário do Nordeste