Coração de Dom Pedro 1° vai viajar de Portugal para festa da independência do Brasil - Revista Camocim



Clique na imagem e conheça os produtos




Barraca Mergulhe: Contato/WhatsApp: (88) 9 9260 4733

Barraca Mergulhe: Contato/WhatsApp: (88) 9 9260 4733





quinta-feira, 23 de junho de 2022

Coração de Dom Pedro 1° vai viajar de Portugal para festa da independência do Brasil



O coração de Dom Pedro 1° vai ser emprestado por Portugal para as comemorações dos 200 anos da independência do Brasil, em setembro deste ano.


O primeiro imperador brasileiro morreu em 1834. O corpo dele está guardado nas instalações do Museu do Ipiranga, em São Paulo, mas o coração foi entregue à cidade do Porto, na região norte de Portugal, a pedido do próprio monarca.


O órgão fica armazenado em um vaso de vidro com formol, numa urna trancada por cinco chaves, dentro de um cofre, na Igreja da Lapa, e raramente é exposto.


O empréstimo do coração de Dom Pedro 1° foi um pedido do governo brasileiro. O governo português, a prefeitura da cidade do Porto e representantes da igreja participaram das negociações. O parecer positivo só veio depois que uma equipe de peritos realizou uma série de exames para avaliar as condições do órgão e garantir que não haveria riscos com a viagem.


“O relatório de perícia ainda não está totalmente concluído, mas já nos foi assegurado que o coração poderá ser trasladado temporariamente para o Brasil, mediante a exigência de um transporte em ambiente pressurizado”, disse o prefeito do Porto, Rui Moreira, ao anunciar a decisão nesta quarta-feira, 22.


De acordo com Moreira, o transporte do coração será realizado pela Força Aérea Brasileira. “Serei eu mesmo a garantir e a acompanhar o transporte deste importante tesouro da cidade, bem como irei assegurar que o vaso onde se encontra o coração do imperador do Brasil seja devidamente selado", disse o prefeito.


GARANTIAS LEGAIS


As datas para a viagem de ida e retorno ainda vão ser acertadas entre a prefeitura do Porto e o Palácio do Itamaraty. Segundo Rui Moreira, o Brasil ainda precisa apresentar "um conjunto de garantias legais" a Portugal pelo empréstimo da relíquia.


Os dois países planejam em conjunto uma série de atividades em comemoração aos 200 anos da independência. O presidente de Portugal, Marcelo Rebelo de Sousa, deverá estar no Brasil no dia 8 de setembro. Na cidade do Porto, haverá exposições, apresentações musicais, conferências e visitas guiadas.


Em Lisboa, as atividades já começaram e não se restringem aos aspectos culturais e históricos, mas também refletem sobre o momento político e as relações dos dois países. O ex-presidente Michel Temer e o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco, participam da conferência "Brasil e Portugal: Perspectivas de Futuro", que tem início nesta quinta-feira, 23, junto com ex e atuais lideranças portuguesas.


*Esse texto reflete, exclusivamente, a opinião da autora.


CAROLINE