Transporte sucateado e péssima estrada: estudantes de Martinópole escapam de tragédia! - Revista Camocim

Postagem em destaque

Comunicado do Colégio Future: confirme sua matrícula até o dia 13 de dezembro.

Diante da grande demanda, aqueles que não confirmarem a matrícula poderão perder a vaga reservada. CONFIRMAÇÃO DE MATRÍCULA 2023 Pedimos a t...

Super promoção "Matrícula Premiada" do Colégio Future.

Super promoção "Matrícula Premiada" do Colégio Future.

Colégio Future com matrículas abertas para 2023

Colégio Future com matrículas abertas para 2023

Clique na imagem e conheça os cursos preparatórios e apoio educacional


Clique na imagem e conheça os produtos







quinta-feira, 31 de março de 2022

Transporte sucateado e péssima estrada: estudantes de Martinópole escapam de tragédia!




Ontem, quarta-feira (30), o município de Martinópole chegou ao cúmulo do inaceitável no que diz respeito ao transporte de alunos da rede municipal, pois algo muito grave, uma tragédia, poderia ter acontecido: ônibus que conduz a linha Vila de São José [Sem Terras] até a sede do município, quase virou com mais de 30 alunos a bordo! 


O desespero foi tamanho que os alunos tiveram que ser acalmados e socorridos pelos próprios pais e moradores da vila.  Nas imagens é possível ver que o ônibus praticamente se apoiou na cerca para não tombar. 


Vale ressaltar que essa estrada fica a poucos metros da casa do secretário de educação do município, Charles Roberto, e que com certeza o mesmo tem ciência das condições da estrada e também do transporte sucateado. 


Existem muitos relatos denunciando a má qualidade do transporte dos alunos, cuja frota  possui carros sucateados, motoristas não habilitados, estradas intrafegáveis e condutas inadequadas dos gestores, que permitem, por exemplo, que alunos de 3 e 4 anos sejam transportados sozinhos, sem acompanhamento de cuidadoras, apenas tendo  o motorista como responsável. Muitas vezes esses transportes levam até 30 crianças.


Segundo denúncia de moradores, são incontáveis às vezes que por conta das más condições das estradas e do péssimo estado de conservação do ônibus, os alunos têm perdido aulas. 


E ontem, por muito pouco, o município não dormiu de luto, lamentando e chorando os frutos de uma tragédia, que por sinal está anunciada,  caso  as autoridades — especialmente o prefeito Betão do James Bel— não  trabalhem para evitar o mal maior.


Carlos Jardel