Depois da pressão do radialista Miqueias, prefeitura de Uruoca divulga Boletim Epidemiológico. - Revista Camocim

Clique na imagem e conheça os produtos

Clique na imagem e faça agora sua pré-inscrição. Vagas limitadas!


Para mais mais informações, clique na imagem

Clique na imagem

Clique na imagem
R.General Tibúrcio, vizinho à Academia de Letras, Centro.Telefone: (88) 9 9422 2120.









sábado, 15 de janeiro de 2022

Depois da pressão do radialista Miqueias, prefeitura de Uruoca divulga Boletim Epidemiológico.



A prefeitura de Uruoca voltou a publicar ontem (14), nas redes oficiais do governo Municipal, o Boletim epidemiológico dos casos de Covid-19 no município. Foram quase 04 meses desde a última publicação, registrada no dia 22 de outubro do ano passado 2021.


O retorno da divulgação só ocorreu após cobrança da população e do radialista Miqueias Santos, da Liberdade FM 90.3, no programa Liberdade Noticias. O comunicador começou a criticar a postura do Secretário da Saúde na última quarta-feira (12), quando denunciou a falta de transparência das informações em meio ao ensaio da 3.ª onda de infeção do vírus e do surto de síndrome gripal. Ontem (14), na edição do informativo da Liberdade, Miqueias voltou a cobrar a gestão municipal, que por sua vez, em seguida, postou os dados oficiais atualizados do último dia 13, mostrando 34 casos de pessoas contaminadas pela Covid-19. 


Segundo o secretário municipal da Saúde, Samuel Moreira, por nota de esclarecimento, a empresa Ideia Tecnologia foi a responsável pela não comunicação dos dados epidemiológicos. A empresa, que presta serviço de comunicação para o governo,  também divulgou uma nota técnica, alegando: “incompatibilidade de versão em biblioteca de renderização”.





Alfinetada


Pura balela do secretário, da empresa e do governo municipal! A não divulgação do Boletim se chama pura irresponsabilidade! 


Entenda


Primeiro, a falta de transparência não ocorreu somente entre os dias 6 e 12 de janeiro deste ano, como quer que acredite o secretário da saúde. Os boletins são divulgados  atrasadíssimos, conforme explicou ao blog o radialista Miqueias  mostrando os links das últimas postagens efetuadas no ano passado, nos dias   25 de maio, 2 de julho e 22 de outubro AQUI e AQUI


“Os boletins deste ano estavam sendo postados na página de Instagram do secretário da saúde, que não é pública, ou seja, apenas os seguidores dele tinham acesso à informação”, explicou o radialista, apresentando vários pontos contraditórios na justificava do gestor municipal da saúde.


“Se a empresa que conduz a comunicação da prefeitura não estava conseguindo postar os boletins epidemiológicos, por problemas técnicos, como justificar que não  faltava propaganda institucional do governo municipal nas redes oficiais? Quer dizer que outras coisas podiam publicar, mas os boletins, não?”, questionou Miqueias.  


Alfinetada 2 


O secretário da saúde e a empresa perderam a oportunidade de ficarem calados. A justificativa deles é totalmente alienígena! Chega a ser ridícula a clara tentativa de subestimar a capacidade de raciocino das pessoas. 


A prefeitura de Uruoca não estava postando as informações dos casos de Covid-19 por pura irresponsabilidade e, na menos pior das hipóteses, por incompetência. Essa é a verdade! 


Carlos Jardel