Pornográfico presidente da Apeoc de Barroquinha defende o prefeito Jaime chamando as pessoas de "chupa ovo" - Revista Camocim



Clique na imagem e conheça os produtos




Barraca Mergulhe: Contato/WhatsApp: (88) 9 9260 4733

Barraca Mergulhe: Contato/WhatsApp: (88) 9 9260 4733

Para mais mais informações, clique na imagem





terça-feira, 7 de dezembro de 2021

Pornográfico presidente da Apeoc de Barroquinha defende o prefeito Jaime chamando as pessoas de "chupa ovo"

É um professor ou prostituto depravado? !



O presidente da APEOC de Barroquinha, Antonio Francisco, sempre disse não ter partido político, mas suas atitudes sempre demonstraram o contrário. Desde 2017, vem atacando sem nenhum pudor a gestão do prefeito Prof. Ademar. Não reconhece as conquistas e avanços da Educação nos últimos 12 anos, pelo contrário, diz que o mérito é da APEOC pela suposta "incansável luta". Afirmação logicamente mentirosa.


Mas, antes de prosseguir com o texto, leia o comentário abaixo. E não se admire, pois não foi escrito por um prostituto depravado em momento de ira, foi escrito por um professor, presidente de uma das comissões do mais importante sindicato do estado do Ceará, a Apeoc.  Isso mesmo!. Essa criatura ai, por incrível que pareça,  é um professor. É um mal exemplo, mas é um professor. 



De fato, "chupa ovo" é a expressão que um professor educado deve ensinar para os seus alunos e para a sociedade. É assim, na visão da educação, que um professor deve entrar num debate politico, com total falta de respeito e de decoro. 


Mas, continuando, o professor presidente da Apeoc de Barroquinha, sempre disse que luta pela classe dos servidores, quando na verdade sempre fez uso do seu cargo de presidente, que já ocupa há uma década, para se beneficiar politicamente batendo no grupo do ex-prefeito Ademar e assim servindo de marionete perfeita de Jaime Veras. 


Hoje, por exemplo, ao invés de estar do lado dos servidores que são perseguidos pela gestão atual, na qual os professores contratados tem mais direitos do que servidores efetivos, ele ainda faz é justificar e defender as irregularidades do governo. 


Bom, mas não era de se esperar nada a mais do que isso do professor, pois, por trás deste, que diz atuar em benefício da classe, encontra-se uma figura que faz parte da panelinha do prefeito Jaime. Vejamos: a esposa tem cargo comissionada na gestão de escola, um irmão tem um turno ampliado e gratificação de gestor de  escola e ainda sua casa alugada para a prefeitura. Já um outro irmão é lotado na prefeitura.  Então, entendeu ou é preciso desenhar?


E tudo isso sem falar que a cunhada dele ocupa o cargo de presidente do FUNDEB. Ou seja,  uma espécie de fantoche para que o Conselho passe a ser fiscalizado pela própria gestão. 


Onde já se viu isso? 


 Neste ano, o presidente tem feito rasgados elogias para sua cúpula e tecido criticas contra os servidores que trabalhavam na SME na gestão Ademar.


O que esperar de um representante sindical que agora está a serviço do atual prefeito e contra os servidores?


No caso da matéria sobre os recursos do FUNDEB de Barroquinha, ele se sentiu ofendido porque ele e outros professores saíram em defesa da atual gestão com comentários do mais baixo nível. 


No entanto, Muitos professores já pediram desfiliação da APEOC por ver que seu presidente tem se demonstrado um verdadeiro politiqueiro de Jaime Veras.


Carlos Jardel