Sobre a tese do vice-prefeito de Camocim: Ele é réu confesso! a Justiça precisa ser provocada. - Revista Camocim

















quinta-feira, 7 de outubro de 2021

Sobre a tese do vice-prefeito de Camocim: Ele é réu confesso! a Justiça precisa ser provocada.



O querido Dr. Ismael, ao justificar sua falta de atuação como vice-prefeito de Camocim, ao comentar nossa postagem -   esqueceu do essencial: o cargo de vice-prefeito é sobretudo colaborativo, e não meramente “substitutivo” como ele se ateve a dizer.  


Leia:

- Vice-prefeito de Camocim trabalha até em Senador Sá, menos em Camocim

Dr. Ismael se pronuncia sobre o trabalho de vice-prefeito



Da forma como ele colocou pergunto: quer dizer que um vice prefeito só tem serventia na ausência do Prefeito?  Ora em outras palavras, o vice-prefeito de Camocim está simplesmente dizendo que é uma   figura totalmente dispensável, e que por conta disso ele pode  trabalhar a semana toda em vários outros municípios, menos no seu?!  


A resposta do Ismael deixa claro o seu espírito oportunista e o quanto almejou o cargo  somente para proveito próprio!


Além disso, na versão Ismael, só em Camocim é assim! 


A não ser que ele opte por não receber salário -  o que ele deixou implícito que recebe, já que licenciado do cargo de origem. 


Estamos diante de uma tese a ser discutida, mas lavro o entendimento de que Ismael está redondamente enganado, pois o cargo de vice-prefeito é de dedicação exclusiva na hora que toma posse. Aliás, vice é empossado, você sabia Ismael? 


No mais, a Justiça deveria ser provocada com essa postagem do vice-prefeito da Betinha,  porque na  postagem ele confessa não trabalhar no cargo que ocupa e ainda oferece a versão dele pra justificar a irregularidade! Cabe uma representação por improbidade, pois ele fez questão de comprovar  dolo.


Carlos Jardel

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.