Remanescente do concurso da prefeitura de Camocim (2012) esperam por decisão da Justiça - Revista Camocim













sexta-feira, 22 de outubro de 2021

Remanescente do concurso da prefeitura de Camocim (2012) esperam por decisão da Justiça

Ação promovida pela Defensoria Pública está conclusa aguardado decisão do Juiz




Vários remanescentes do concurso público da prefeitura de Camocim, realizado no ano 2012, ainda aguardam a decisão de Justiça sobre uma ação impetrada pela Defensoria Pública, que pleiteia  a efetivação dos concorrentes que obtiveram a pontuação necessária para o ingresso  no quadro de servidores efetivos da prefeitura. 


No dia 04 de abril de 2019, o Defensor Público, Dr. Edmar Lopes, protocolou uma Ação na  2ª Vara  justificando  que  "não poderia a contratação de servidores se sobrepor as regras constitucionais de provimento de cargos efetivos", e que, por tanto, as vagas existentes precisariam ser preenchidas pelos aprovados no certame. 


Ocorre que a ex-prefeita Monica, e agora a prefeita Betinha, ignoraram as determinações constitucionais  e realizaram contratos temporários desmerecendo os aprovados no concurso de 2012. 



Vale lembrar que a ex-prefeita Monica, atual Ouvidora, quando na sua campanha eleitoral em 2012, prometeu efetivar os  aprovados e os classificáveis. Ela nunca cumpriu a promessa e ainda tentou, via justiça, anular o concurso numa embate que só resolveu em 2019. 




O Defensor Público informou que o processo está concluso, aguardando apenas a decisão do Juiz.  No entanto a demora consiste no fato de que há meses Camocim está sem Juiz Titular nas duas varas. E os que respondem pela Comarca estão concluindo vários processos pendentes.


Sobre este assunto voltaremos a tratar na próxima semana.


Carlos Jardel 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.