Senador Sá - Mãe de família relata descaso com a saúde pública - Revista Camocim













terça-feira, 21 de setembro de 2021

Senador Sá - Mãe de família relata descaso com a saúde pública

A saúde aqui tá um caos! 


 

A dona de casa não terá o nome revelado para evitar que venha a sofrer perseguição politica. 


Estou entrando pra te falar um pouco da Saúde em Senador Sá. Eu mesma poderia escrever alguma coisa e jogar na rede, mas já pisei um pouco no calo da administração aqui e meio que fiquei com medo de represálias.


A saúde aqui tá um caos! 


Vou falar só do que está se passando de um mês pra cá, só o que presenciei.


No mês passado fui a uma consulta e  a médica fez um pedido de uma ultrassom de mama. Fui na secretaria  da saúde, coloquei meu nome na fila e até hoje não fui chamada.


Fui saber se tinha alguma previsão e me informaram que a pessoa que realiza ultrassom, está viajando, e que tem umas 300 pessoas na espera.


Ainda no mês passado, fui vacinar minha bebê, e adivinha: não tinha seringa!


Já esse mês levei minha bebê para puericultura, e vacinar, a médica receitou sulfato e vitamina D, e pediu um exame de urina, e adivinha: está faltando vacina de 6 meses e não não tem as vitaminas na secretaria.


Já fui duas vezes  pra marcar o exame de urina da bebê, mas é só enrolação!


Na primeira vez me falaram que somente a secretária marca na tarde de toda segunda-feira.  Fui hoje ( segunda, dia 20 de setembro) e disseram que ela tinha ido a uma reunião.


Resumindo: 

  • Não estão fazendo ultrassom,
  • Não estão nem marcando exame de urina, nem de sangue,
  • Remédios não têm, as prateleiras todas vazias,
  • Até mesmo as vacinas das crianças estão faltando. E isso é só o que eu estou precisando.


Ouvi relatos de que as pessoas vão procurar a secretária, e ela manda procurar o prefeito na prefeitura. Chegando  na prefeitura, mandam procurar a secretária.


Tá complicado viu. Mas ninguém tem coragem de falar nada. Estamos a mercê.


A falta de remédios e de exames e tão conveniente pra secretária de saúde, porque a mesma é proprietária de uma Farmácia e, inclusive, realiza ultrassom e exames particular. Então, como o município não oferece, consequentemente as pessoas são obrigadas de alguma forma a ir lá na Farmácia.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.