06 anos se passaram do comício politico na festa de São Francisco e "a promessa do palco" - Revista Camocim

















quarta-feira, 29 de setembro de 2021

06 anos se passaram do comício politico na festa de São Francisco e "a promessa do palco"



No dia 29 setembro de 2015 - lembro como se fosse ontem - o vereador Emanoel Vieira, a mando da ex-prefeita Monica Aguiar, utilizou o palanque da festa de São Francisco para fazer um comício politico, tendo como justificativa a informação do ato administrativo no qual a prefeita Monica doava um parte do espaço público da Praça de São Francisco para a Paróquia. 


Note: a doação era do terreno, mas a intenção da prefeita e do vereador era de incutir na multidão de devotos que lotavam a praça a informação de que Monica Aguiar estava doando o terreno e iria construir o palco.  E o plano deu certo! Até hoje as pessoas lembram da seguinte forma: " Cadê  o palco que a prefeita Monica Prometeu pra São Francisco". 


Pois bem, no dia 02 de outubro registrei criticamente o episódio aqui no blog. Relembre:


"Vejam o que aconteceu! Em pleno festejo, no dia do município, 29 de setembro, o vereador Emanuel Viera, o jovem problemático, apresentou o projeto da prefeita, de doação do espaço na Praça São Francisco para a construção de um palco permanente, a ser construído pela Igreja. Obra interessante para a cidade, só não naquela ocasião e circunstância, pela maneira em que foi anunciado, gerando polêmica entre os fieis que assistiram indignados o espetáculo desnecessário de politicagem. O momento não foi edificante, mas e sim alvo de fortes criticas.


Selecionamos algumas falas ditas no fatídico momento:


“Isto é uma vergonha, uma falta de respeito para com o santo”, esbravejou uma senhora colocando uma cadeira na cabeça e se despedindo da celebração sem a bênção final.


“Um vereador deste não tem vergonha na cara. Ele deu a alma ao Diabo e depois aparece todo santinho na frente do São Francisco, fazendo politicagem”, disse um senhor de aproximadamente 50 anos, que também se retirou da novena antes do final.


“ Muito me admira os padres aceitarem um desrespeito deste, em pleno altar de Jesus e de são Francisco. Este momento não é para se fazer campanha politica. Se desejava fazer a doação então que fizesse isso de forma mais humilde, sem precisar deste espetáculo politiqueiro. Isto é uma novena, e um altar, e não um palanque politico para se fazer ou anunciar obras de políticos”, disse uma jovem aparentando bastante consciência politica e religiosa.


Nos privamos de mencionar outras frases de insultos que foram dirigidas ao vereador no momento em que ele se pronunciava, por considerar imprópria para o momento, mas garantimos que ele só não foi vaiado juntamente com o deputado e com a prefeita por pura consideração ao santo".


Alfinetada


O certo é que nem prefeita e nem paróquia construíram o famigerado palco de São Francisco. 


O presente da prefeita - inclusive inconstitucional - não merecia tamanhã espetacularização às custas do santo, que detestava a falsa bajulação e o comportamento desonroso de seus confrades. 


Não  se sabe porque cargas d'água a Paróquia colaborou com o comício do Emanuel Vieira e da Prefeita Monica. E na mesma carga, porque ainda não construiu o palco. Pois pelo  apoteótico anúncio  se imaginava que as obras teriam inicio no dia seguinte...


Tudo leva a crer - e eu creio - que foi o que todos já sabem o que foi: POLITICAGEM NOS ALTARES DA IGREJA CATÓLICA! 


Carlos Jardel

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.