Vereador denuncia descontrole na gestão da saúde pública de Barroquinha - Revista Camocim

quarta-feira, 26 de maio de 2021

Vereador denuncia descontrole na gestão da saúde pública de Barroquinha



O vereador Gleison Marinho usou a tribuna da Câmara Municipal na sessão do dia último dia 21  para denunciar uma série de situações que estão agravando a saúde pública no município de Barroquinha. Ele denunciou a  falta de  atendimento médico, inclusive para gestantes, bem como  falta de testes rápidos para a Covid-19  e até mesmo de medicamentos básicos e de alto custo, que eram concedidos aos pacientes  cadastrados na Secretária da Saúde. Além disso, o vereador cobrou a gratificação para os profissionais da saúde.


Confira AQUI o pronunciamento 


Covid-19


O Revista Camocim  já havia mostrado  AQUI  que o governo de Barroquinha não tem o real controle sobre os dados da Covid-19 , haja vista as contradições nas informações, dentre elas o fato estranho de que  durante um mês não tenha  sido registrado  casos suspeitos muito  embora 128 pessoas tenha  positivado  e ocorrido 2 (duas)  mortes. 

Além disso, em menos de 10 dias ocorreu um aumento de 155 casos, dos quais 49 foram confirmados nestes últimos 2  dias, conforme mostra o boletim publicado no Facebook da Prefeitura AQUI 


Denúncias 


Nos últimos dias várias denúncias foram feitas  nas redes sociais por moradores da cidade dando conta de que a administração do município  está deixando a desejar no quesito saúde pública/pandemia.


O relato de populares deixa claro que quando o assunto é a Covid-19  o governo municipal precisa sair das nuvens e colocar os pés no chão da realidade para agir com responsabilidade, realizando investimentos reais, cumprindo as responsabilidade sanitárias e controlando a disseminação do vírus.


Não é hora de brincar de isolamento, é hora de estar isolado, é hora do governo municipal agir com responsabilidade, implementando ações imediatas para conter o vírus e contribuir  para redução dos   números  de vítimas da Covid-19 no município.


Dados do Integra SUS mostram Barroquinha no nível 4, com altíssimo risco de contaminação. 





Carlos Jardel 

Nenhum comentário:

Postar um comentário