Vereadores do prefeito Lindbergh Martins rejeitam projeto que cria Auxílio Emergencial Municipal - Revista Camocim
















sexta-feira, 19 de março de 2021

Vereadores do prefeito Lindbergh Martins rejeitam projeto que cria Auxílio Emergencial Municipal




Os vereadores Raimundinho Torquato (PSD), Everardo Diogo (PSD), Louro Bernaldino (PSD), Arnoldo Dias (Republicanos), Jair Silva (PT), Valdenes da Carne (PDT) e Reginaldo de Jeri (PSC)  rejeitaram na manhã desta sexta-feira (19), durante Sessão Remota,  o Projeto de Indicação que cria o Auxilio Emergencial Municipal de R$ 250,00, para beneficiar, durante 04 meses, as famílias mais carentes de Jijoca de Jericoacoara durante a pandemia


Os vereadores da oposição -  Daniel do Baixio (PDT), Fernando Edson (PROS), Dr Mauricio (PROS) e Cleangela Marçal (PDT) - protocolaram o projeto na última terça-feira (16). No entanto o presidente da Câmara, Raimundinho Torquato, a pedido do prefeito Lindbergh Martins, hoje, sequer colocou a matéria em pauta para ser votada, apesar de lida é drscutona na Ordem do Dia.


No trâmite legal, o Projeto deveria ter sido apreciado e votado em plenária pelos vereadores e levado ao Chefe do poder Executivo, que decidiria acatar ou não a indicação. Caso o gestor viesse a aceitar a sugestão, o Projeto retornaria pra Casa Legislativa, desta vez como autoria do Poder Executivo. E Sendo aprovado pelo vereadores, o prefeito sancionaria a matéria concedendo o Auxilio. 


Ocorre que o Presidente Raimundinho ignorou todo o trâmite legal, desrespeitando o direito soberano do Plenário ao ignorar o Regimento Interno da Câmara.


A atitude da bancada do governo também evidenciou o desinteresse do prefeito em conceder o beneficio para as famílias mais pobres do município. 


Em várias cidades do Brasil, vereadores e prefeitos tem dado as mãos e concedido o benefício aos seus respectivos munícipes de baixa renda, ajudando-os a minimizar os impactos econômicos da pandemia de Covid-19. 


Sobre este assunto, voltaremos a tratar em outras matérias. 


Carlos Jardel 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.