Prefeita e seus vereadores criam 09 cargos com salários de até R$ 7 mil, mas negam Auxílio de R$ 200 reais para famílias carentes de Camocim - Revista Camocim















terça-feira, 9 de março de 2021

Prefeita e seus vereadores criam 09 cargos com salários de até R$ 7 mil, mas negam Auxílio de R$ 200 reais para famílias carentes de Camocim

 Procuradoria do Município nega aumento de despesas com o Projeto de Lei  que cria a  Autarquia. Valores mais elevados chegam  até R$ 7 mil



Nestes tempos de pandemia do Covid-19, em que grande parte dos gestores públicos cortam despesas e procuram investir na saúde e na assistência social, a Prefeita Betinha (PDT) nega o Auxílio Emergencial de R$200 às famílias carentes de Camocim mas cria 09 (nove) cargos com salários de até R$ 7 mil reais.


Entenda:  A Câmara Municipal acaba de aprovar, por maioria, o Projeto de Lei 02/2021, que a cria a Autarquia Municipal do Meio Ambiente para fazer a mesma coisa que já faz a Secretaria de Meio-ambiente e ainda vai pagar, aos seus dirigentes, salários recheados de milhares de reais.


Alfinetada 1


Prefeita, e seus puxa-sacos na Câmara Municipal, a fome e a sede não esperam.


Alfinetada 02


Para que se tenha uma ideia o Diretor e o Procurador, dessa nova Autarquia, receberão salários iguais ao de Secretário Municipal: quase R$ 8 mil reais.


Alfinetada 3


Os Vereadores que votaram pela desaprovação do Projeto de Indicação do Vereador Marcos Coelho, que estabelecia o Auxílio Emergencial Municipal, foram os mesmos que votaram na criação desses 09(nove) empregos recheados de milhares de reais.


Leia AQUI  A versão da prefeitura 


O procurador do Município de Camocim, em contato com este decente blogueiro, na noite de ontem (09), pediu direito de resposta. Segue: 


1 - Os cargos criados pelo referido Projeto de Lei 002/2021 que irão compor o quadro diretivo da Autarquia Municipal do Meio Ambiente (AMMA), ao todo, em número de 09, não tingem o valor de  até R$ 8 mil reais e sim de até  R$ 7 mil .


2- Neste ano, 2021, não haveria despesa com pessoal, somente em 2022, pois os cargos criados, alguns serão acumulados neste ano, ou seja exercidos, sem remuneração adicional, respectivamente pelo gestor da pelo gestor da Secretaria da Pesca, Agricultura, Recursos Hídricos e Meio Ambiente e  pelo Procurador do Município.  e pelo procurador do município.


Comentário do Blog: 


Vamos ver as providências adotadas pelo Ministério Público considerando que a criação de cargos e de outros mecanismos administrativos, em 2021, estão proibidos, nos termos do Art.8  da Lei Complementar 173/2020.


Carlos Jardel 


Informações atualizadas às 11h46min

Ultimas atualizações às 15h14minutos em 10/03/2021

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.