Senador Sá - prefeito tenta ludibriar população - Revista Camocim















quarta-feira, 3 de fevereiro de 2021

Senador Sá - prefeito tenta ludibriar população


Depois de anular nomeação de 48 concursados efetivos, de retirar gratificação dos profissionais da Saúde entre outros, de revogar leis, com apoio de seus vereadores, que garantiam transporte de qualidade de alunos e também de pacientes e doentes, de transferir irregularmente servidores da Sede para os Distritos e Localidades, no afã de persegui-los, de arrancar placas de comerciantes e de aplicar multas de R$ 30mil reais a estes, de interromper com serviços essenciais  de saúde, como, por exemplo , as ultrassonografias,  que já faz mais de mês que as gestantes do município estão totalmente prejudicadas em seus pré-natal; o Prefeito Bel Júnior resolveu tentar “ludibriar” a população dizendo que o Município está quebrado e que não tem recurso.


Pra isso, espalha o espelho do site do Banco do Brasil, em que mostra um crédito de R$ 2 milhões e um débito de R$800 mil reais.


Ocorre que desses R$800 mil debitados, quase a metade foi apenas debitado do FPM e creditado em contas específicas do Fundeb e Saúde. Assim, apenas o restante trata de descontos da previdência, Pasep entre outros. 


Entretanto, essa ocorrência se dar todos os meses do ano. A exemplo disso, no mês de novembro do ano passado foi creditado R$1,5 milhão e debitado R$600 mil e em dezembro foi creditado R$ 2 milhões e debitado R$ 650 mil.


Vale salientar ainda que em dezembro do ano passado foram pagos folhas de dezembro e o 13° Salário de todos os Servidores.


Além, disso falta ele dizer que, só no ICMS, foi creditado quase 300 mil reais em Janeiro, entre outros recursos creditados em contas específicas do PAB, saúde, e da Assistência Social. Assim, fica desmascarada a tentativa leviana do prefeito Bel Jr tentar ludibriar à população dizendo que o Município, como num passe de “mágica “, tivesse ficado pobre e quebrado.


O que será que o Bel Júnior pretende espalhando isso? Será que está  pensando em justificar sua catastrófica gestão?


Será que está pensando em não pagar os servidores do Município? Ou os prestadores de serviços? Ou o Posto de combustível? Será que não está cumprindo com seus compromissos e promessas de campanha e quer uma “Desculpa”? 


De toda forma, vale lembrar que se o Prefeito não estiver tendo a competência de gerir o Município, ele pode e deve renunciar para que o Vice-Prefeito assuma, e tire o Município do caos em que se encontra.


Carlos Jardel 

Nenhum comentário:

Postar um comentário