Monica Aguiar tem o povo na conta de palhaço! - Revista Camocim

quarta-feira, 13 de janeiro de 2021

Monica Aguiar tem o povo na conta de palhaço!



Camocim experimenta, desde o dia primeiro de janeiro deste ano, o que é estar sob o domínio de uma gestão que personifica à perfeição o apelido dado a seus apoiadores: “cara de pau”! 


É sabido em todo o município que Betinha foi uma escolha pessoal da ex-Prefeita Monica, que contrariando parte do clã Aguiar, fez campanha pra que a professora fosse a escolhida, em derretimento dos primos Glauco e Leonardo. Nesse projeto Monica teve o apoio acessório de outros aliados mais envernizados, como por exemplo, a ex-prefeita Ana Maria Veras.


O resultado das urnas revelou uma cidade dividida, tendo a laranja Betinha ganho por uma margem apertadíssima de apenas 186 votos! Mas o que ninguém poderia supor é que Monica seria tão audaciosa ao ponto de fazer todo o povo de Camocim de palhaço, ao se permitir nomear ouvidora do Município. 


Por definição, ouvidoria é um elo de ligação do cidadão com a  Prefeitura, para “ouvir” reclamações e denúncias, e atuar na mediação de conflitos, fundamentando sua ação na ética, no sigilo, na isenção e na transparência entre o governo e o munícipe.


Agora, a questão é: alguém em sã consciência acredita mesmo que Monica Aguiar estará diariamente cumprindo sua carga horária na Prefeitura como deveria,  vez que ocupante de cargo de dedicação exclusiva, em local de fácil acessibilidade para receber a todos que procurarem o serviço da ouvidoria? 


Qual o camocinense que já ligou para a Prefeitura nos últimos dias tentando falar com a ouvidora, por exemplo, pra reclamar que a Prefeita foi indecente ao se recusar a assinar o contrato de rateio do consórcio? Pois tente! Ou tente por qualquer outro motivo que seja! Não irão conseguir! Sabem por que? Porque a ouvidora está plantada dentro da sala da Prefeita “laranja” Betinha, dando ordens e agindo como se Prefeita ainda fosse, no exercício de seu terceiro mandato! Isso é uma afronta que diminui e envergonha a população desta cidade!


Uma prefeitura não é uma empresa privada! O comportamento de Monica Aguiar é deprimente e mostra o quanto ela é apegada à coisa pública como se dela fosse! Mas não é! 


Que todos saibam que 18.067 camocinenses não votaram em Betinha e rejeitaram a gestão de Monica Aguiar! E depois de apenas 11 dias de uma nova gestão-  tão medíocre e pequena nas atitudes e escolhas -  estima-se um número maior de revoltados e a ponta de apenas 186 votos não mais existe, haja vista que cresce a sentida necessidade  de  expulsar a  pequenez moral da “surda ouvidora” de Camocim.

Carlos Jardel 

Nenhum comentário:

Postar um comentário