CEARÁ REGISTRA MAIS DE 32 MIL CASOS CONFIRMADOS DE DENGUE - Revista Camocim

Clique na imagem para enviar o seu curriculum

Clique na imagem e conheça nossos produtos e ofertas

Clique na imagem e conheça nossos produtos e ofertas

Financiamento a partir de R$160 mil.Venha conversar com a gente. Clique na imagem.


Em Camocim, hospede-se nos hotéis Ilha Park e Ilha Praia Hotel. Clique na imagem e faça sua reserva




sábado, 18 de julho de 2015

CEARÁ REGISTRA MAIS DE 32 MIL CASOS CONFIRMADOS DE DENGUE

O boletim epidemiológico da Secretaria da Saúde do Estado (Sesa) confirmou 32.950 casos de dengue no Ceará, nesta sexta-feira, 17. As mortes provocadas pelo mosquito Aedes aegypti já chegam a 29 neste ano.

De acordo com a Sesa, 34 mortes suspeitas estão em investigação. O órgão registrou 77.008 casos suspeitos de dengue até o momento. Na análise comparativa em relação ao ano de 2014, observa-se aumento de 170% dos casos notificados no Ceará para o mesmo período.

As 29 mortes confirmadas por dengues foram registradas nos seguintes municípios: Fortaleza (14), Maracanaú (2), Beberibe (2), Aracati (1), Aquiraz (1), Barbalha (1), Caucaia (1), Crato (1), Itapiúna (1), Juazeiro do Norte (1), Limoeiro do Norte (1), Missão Velha (1), São Luis do Curu (1) e Varjota (1).

Segundo a Secretaria, dos casos confirmados de dengue, a faixa etária de 20 a 29 anos predomina com 22,8%. Conforme os dados do boletim, a média da idade dos óbitos confirmados foi de 32 anos, variando de 5 meses a 74 anos. Os meses de abril e maio apresentaram o maior número de óbitos e casos graves confirmados respectivamente.

Em Fortaleza, os bairros da Secretaria Regional VI concentram o maior número de casos. A situação do Jangurussu, com 1.765 confirmações, é equivalente às demais regionais. Regional I: 1.653 Regional II: 1.850 Regional III: 1.846 Regional IV: 1.313 Regional V: 2.034 Regional VI: 7.425.

Fonte: O Povo.