MONICA AGUIAR NÃO PRORROGA CONCURSO - AGORA É SÓ COM A JUSTIÇA - Revista Camocim

Clique na imagem e conheça nossos produtos e ofertas

Clique na imagem e conheça nossos produtos e ofertas


Clique na imagem e fale com a gente

Em Camocim, hospede-se nos hotéis Ilha Park e Ilha Praia Hotel. Clique na imagem e faça sua reserva




quarta-feira, 3 de dezembro de 2014

MONICA AGUIAR NÃO PRORROGA CONCURSO - AGORA É SÓ COM A JUSTIÇA

Na última sexta (29), em reunião na Câmara Municipal com vereadores da situação e oposição, a líder do governo naquela Casa, a vereadora Lúcia da EMATERCE, confirmou que a prefeita Monica Aguiar não prorrogou a vigência do concurso municipal homologado em 2012. 

Assim sendo, é caso encerrado com o Executivo. A gestora não cumpriu com a sua promessa de campanha, quando afirmou em 2012 que chamaria aprovados e classificados. Não foi assim e nem assim será. Ou seja: se alguém ainda tinha dúvidas sobre as pretensões da prefeita quanto ao concurso/2012, que fique claro, então, que: A Prefeita  Monica Aguiar não chamou e nem irá mais chamar os concursados. Agora tudo está somente nas mãos do Judiciário. 

Já na Justiça, são duas as ações que esperam pela sentença dos magistrados. Uma é a Ação Civil Pública movida pela Defensoria e pelo Sindicato APEOC. Esta se encontra no Tribunal de Justiça, em Fortaleza, onde já temos a manifestação do Ministério Público em favor da nomeação. A outra são os Mandados de Segurança, ações individuais, que ainda aguardam a decisão do juiz da 2ª Vara de Camocim. Apesar das nossas várias idas ao Fórum, inclusive realizando uma manifestação em frente ao Órgão, o Dr. Edilberto Lima não concedeu liminar e agora esperamos que se manifeste definitivamente - o que certamente não ocorrerá mais em 2014. 

Assim, companheirada, a luta continua e temos muita esperança na vitória de nossas ações nos tribunais. Estamos de cabeça erguida, lutando e fazendo aquilo que está ao nosso alcance. Mais uma vez manifestamos nosso grande desapontamento com a insensibilidade da prefeita Monica Aguiar, que deixou o concurso/2012 caducar sem chamar os candidatos aprovados e classificados. 

Fora as vagas que estão sub judice, existem ainda centenas e centenas ocupadas por trabalhadores temporários - o que é inconstitucional. Por isso, desde já reivindicamos da prefeitura a imediata realização de novo concurso público. Também esperamos que a prefeita cumpra a sua promessa de contratar somente pela via da seleção pública, nos termos da Lei Federal 8745/93, para que os trabalhadores temporários não sejam apenas aqueles camocinenses que pertencem ao lado político do atual governo. Chega de cabresto! Que este governo que aí está realmente comece a cuidar de todos. É o que Camocim necessita.

A luta não para!

Sindicato APEOC - Camocim