Presidente da Câmara e prefeito de Jijoca mentem em rede social sobre o tal "Kit Emergencial". - Revista Camocim

Postagem em destaque

Online Telecom promove Campanha Solidária para ajudar famílias carentes de Camocim

 Faça a sua doação e participe dessa corrente do Bem!  A Online Telecom lançou uma Ação Solidária para arrecadar alimentos que serão doados ...

segunda-feira, 22 de março de 2021

Presidente da Câmara e prefeito de Jijoca mentem em rede social sobre o tal "Kit Emergencial".





O presidente da Câmara de Vereadores de Jijoca de Jericoacoara, Raimundinho Torquato (PSD), gravou um vídeo, ao lado dos demais vereadores da bancada do prefeito, e mentiu sobre o Projeto de Lei do Chefe do Poder Executivo, Lindbergh Martins, que cria um "Kit Emergencial". O presidente  afirmou que tal matéria, a ser apreciada e votada em caráter de urgência, em sessão legislativa extraordinária,  convocada para a próxima quarta-feira (24), apresenta, dentre a distribuição de cestas básicas e vale gás,  a distribuição de 15 mil kits da merenda escolar para as famílias dos estudantes. 


Ocorre que o projeto é composto apenas de duas medidas: 1 - distribuição de cestas básicas - ação "básica das básicas" de todo município. Nada de novidades - 2 - e distribuição de "Vale Gás" - medida que levanta desconfiança pelo fato de ser, coincidentemente, apresentada no mesmo dia (hoje, 22) em que o governador Camilo Santana anunciou AQUI a distribuição de vale gás para famílias carentes do Ceará, seguindo os mesmos critérios da Ação realizada no ano passado (2020).


O tal "Kit Emergencial" do prefeito será executado sob a coordenação da Secretaria Municipal de Trabalho e Assistência Social. 



Já a distribuição dos Kits da Merenda Escolar não consta no Projeto.  A ação sequer carece passar pela Câmara de Vereadores, por se tratar do cumprimento da Lei Federal Nº 13.987, DE 7 DE ABRIL DE 2020, que obriga aos prefeitos a fazerem a distribuição da merenda escolar para as famílias dos alunos. O Próprio Ministério da Educação (MEC) publicou uma resolução, também no ano passado, AQUI ordenando a distribuição. E essa distribuição é função da Secretaria Municipal da Educação. 

Além do mais, os recursos para a compra da merenda escolar são repassados religiosamente pelo governo federal, independente de pandemia ou não, através do Plano Nacional da Alimentação Escolar - PNAE.


Por tanto, não se trata, de forma alguma,  de uma ideia do prefeito pra ajudar a população. 


O prefeito Lindbergh Martins, inclusive, também mentiu na mensagem enviada à Câmara sobre essa questão. Ele também mentiu ao publicar a mesma informação na página oficial do governo municipal no Facebook. 




A mentira do prefeito no Facebook da prefeitura




Carlos Jardel 



Nenhum comentário: