Vereador de Sobral tem casa invadida e é amarrado por assaltantes dentro de banheiro - Revista Camocim

Clique na imagem e se inscreva no nosso canal


Clique na imagem e conheça nossos produtos e ofertas

Clique na imagem e conheça nossos produtos e ofertas


Clique na imagem e fale com a gente

Em Camocim, hospede-se nos hotéis Ilha Park e Ilha Praia Hotel. Clique na imagem e faça sua reserva




segunda-feira, 3 de junho de 2024

Vereador de Sobral tem casa invadida e é amarrado por assaltantes dentro de banheiro

 


O vereador Rogério Arruda (PSB), 68 anos, de Sobral, foi assaltado em sua própria casa, na madrugada desse sábado (1º). O parlamentar estava sozinho e teria sido amarrado e trancado em um banheiro da residência no momento do crime.


O caso aconteceu na Serra do Jordão, zona rural de Sobral, onde Rogério mora, e é investigado pela Delegacia Regional de Sobral, unidade em que foi registrado o boletim de ocorrência, segundo a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS).


O Diário do Nordeste entrou em contato diretamente com o vereador, mas ele informou que ainda está muito abalado para comentar o ataque.


O ASSALTO


Uma fonte próxima ao parlamentar na Câmara Municipal informou à Verdinha FM que o crime teria sido cometido por pelo menos três pessoas e que Rogério teria sido acordado com os três suspeitos apontando armas para a cabeça dele.


Os criminosos teriam trancado o vereador em um banheiro, mas ele teria passado mal — por isso, depois, ele teria sido retirado do local e deixado amarrado na própria cama.


Foram levados da casa relógios, cerca de R$ 24 mil em espécie, bebidas caras, joias e até um chapéu comumente utilizado pelo vereador, que custava cerca de R$ 1 mil. O prejuízo total, de acordo com a família dele, gira em torno de R$ 60 mil.


A fonte da Câmara Municipal informou ainda que a família acredita que dois dos suspeitos eram conhecidos, porque estavam encapuzados, e que um deles teria dito a todo momento para matar o parlamentar, mas os outros não deixaram.


Mesmo amarrado, o vereador conseguiu pedir socorro a um dos seus vizinhos. Ele desmaiou quando viu que o auxílio chegou.


Até o momento, ninguém foi preso pelo crime.


Diário do Nordeste