O alvo - Revista Camocim

Clique na imagem e conheça nossos produtos e ofertas

Clique na imagem e conheça nossos produtos e ofertas


Clique na imagem e fale com a gente

Em Camocim, hospede-se nos hotéis Ilha Park e Ilha Praia Hotel. Clique na imagem e faça sua reserva




quarta-feira, 19 de junho de 2024

O alvo


Por Paulo Monteiro Júnior


Sempre existiu o provérbio oriental de que o prego que se destaca é martelado primeiro. Pois bem, mas fica a questão: existe limite para a força dessa martelada? Como se cria um alvo?


É comum vermos pessoas que tiram as notas mais altas, a galera com uma estética mais privilegiada ou até mesmo quem aparece com alguns bens materiais a mais serem hostilizadas à toa. A inveja seria um antídoto para a vaidade? Mas realmente existe pecado em ser bom? Muita gente obcecada por sucesso, que foca em bons resultados, acaba caindo também em ingenuidade por ser "amostradinho" demais; então a artilharia chega carregada.


E essa energia negativa pode destruir a carga vital e a saúde mental de uma pessoa, que às vezes se culpa e se pergunta qual mal injusto causou para merecer aquilo. Muitos dos que reclamam de perseguições, quando não são os primeiros a jogar pedra, são aqueles que apenas observam o massacre sobre alguém e nada fazem por acreditarem que isso fosse normal. Não é. Nunca vai ser.


Seja na sala de aula, nos corredores do local de trabalho, em reality shows, em filmes... Não se pode normalizar o ataque ao sucesso ou carisma de uma pessoa. Nem todos conseguem desenvolver uma virtude, mas se conseguir, pode ter certeza, você vai virar um alvo.


Quando vir alguém alvejado e achar normal ou legal, jamais esqueça que a mira pode, de repente, apontar para outro lugar.