Mulher é morta asfixiada pelo namorado e escondida debaixo da cama em Fortaleza - Revista Camocim

Clique na imagem e se inscreva no nosso canal


Clique na imagem e conheça nossos produtos e ofertas

Clique na imagem e conheça nossos produtos e ofertas


Clique na imagem e fale com a gente

Em Camocim, hospede-se nos hotéis Ilha Park e Ilha Praia Hotel. Clique na imagem e faça sua reserva




sexta-feira, 17 de maio de 2024

Mulher é morta asfixiada pelo namorado e escondida debaixo da cama em Fortaleza



Uma mulher de 24 anos foi morta no último 6 de maio, em uma casa no bairro Jacarecanga, em Fortaleza. O corpo foi achado debaixo da cama dela. O laudo cadavérico, emitido pela Perícia Forense do Ceará (Pefoce) e divulgado nesta sexta-feira (17), apontou que a vítima foi estrangulada. O então companheiro dela à época, de 43 anos, foi preso no último domingo (12).


Segundo a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), o crime foi investigado pela 4ª Delegacia do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP). O laudo cadavérico foi finalizado e enviado à Polícia Civil nessa quinta (16) e indicou que a causa da morte foi asfixia por constricção cervical.


O corpo da vítima foi encontrado embaixo da cama. À época do assassinato, circulou a informação de que a mulher estava grávida. No entanto, a análise da Pefoce garantiu que ela não estava gestante. "Nem mesmo no período inicial. Ela não estava grávida", reforçou a titular da delegacia à frente do caso, Erika Moura.


PRISÃO DO SUSPEITO


O suspeito do crime, então namorado da vítima, foi encontrado e preso no último domingo (12), no município de Jaboatão dos Guararapes, na Região Metropolitana de Recife. O mandado de prisão preventiva foi cumprido pela Polícia Civil de Pernambuco e havia sido expedido pela 3ª Vara do Júri da Comarca de Fortaleza.


A delegada Erika Moura detalhou que os policiais receberam, primeiro, a informação de que o homem estava hospedado em um hostel de Recife. A equipe foi ao local, mas não o encontrou. Depois, os agentes souberam que o suspeito já havia mudado de cidade e estava em Jaboatão dos Guararapes.


O CRIME


Conforme a Polícia, a vítima e o suspeito tinham um relacionamento conturbado.


O corpo da mulher foi encontrado em sua própria casa, com sinais de violência, após o desaparecimento dela ser relatado por amigos e família.


Diário do Nordeste