Ceará é o melhor estado do Nordeste em Sustentabilidade Ambiental - Revista Camocim

Clique na imagem e conheça nossos produtos e ofertas

Clique na imagem e conheça nossos produtos e ofertas


Clique na imagem e fale com a gente

Em Camocim, hospede-se nos hotéis Ilha Park e Ilha Praia Hotel. Clique na imagem e faça sua reserva




quinta-feira, 7 de março de 2024

Ceará é o melhor estado do Nordeste em Sustentabilidade Ambiental



O Ceará é o primeiro colocado entre os estados do Nordeste em Sustentabilidade Ambiental e o 12º do Brasil nesse quesito, conforme o Ranking de Competitividade dos Estados 2023. A pesquisa foi elaborada em 2023 pelo Centro de Liderança Pública (CPL) e busca orientar no planejamento, organização e execução de políticas públicas, com foco no bem-estar social da população brasileira. O ranking estabelece o comparativo entre os 27 entes federados e tem como base 10 pilares temáticos, sendo um deles a Sustentabilidade Ambiental.


Segundo Vilma Freire, secretária do Meio Ambiente e Mudança do Clima do Ceará, o resultado da pesquisa é motivo de comemoração.


“Mostra que o Ceará está no caminho certo. Nosso objetivo é avançar cada vez mais e consolidar nosso estado como uma referência nacional na proteção dos recursos naturais e no desenvolvimento sustentável”, destacou Vilma Freire.


No pilar Sustentabilidade Ambiental são avaliados 13 itens: Emissões de CO2, Serviços Urbanos, Destinação do Lixo, Tratamento de Esgoto, Perda de Água, Reciclagem de Lixo, Coleta Seletiva de Lixo, Desmatamento, Velocidade do Desmatamento, Recuperação de Áreas Degradadas, Transparência das Ações de Combate ao Desmatamento, Preservação da Vegetação pelos Imóveis Rurais e Vegetação Nativa nos Imóveis Rurais.


O estudo alerta que o padrão de desenvolvimento econômico de longo prazo pode estar comprometido em função de restrições ambientais severas.


“O quadro vem se tornando cada vez mais visível, transformando aspectos negativos até então pouco tangíveis em custos e prejuízos econômicos concretos no curto prazo. Nesse sentido, o Estado tem papel fundamental como indutor de um padrão ambientalmente sustentável de desenvolvimento econômico nas esferas rural e urbana”, diz um trecho da publicação sobre o estudo.


SOBRE A PESQUISA


O Ranking de Competitividade dos Estados foi concebido pelo CLP em 2011, com o desenvolvimento técnico a cargo da Economist Intelligence Unit, com o intuito de gerar diagnósticos e direcionamentos para a atuação dos líderes públicos estaduais. A pesquisa possui 10 pilares temáticos, sendo eles Infraestrutura, Sustentabilidade Social, Segurança Pública, Educação, Solidez Fiscal, Eficiência da Máquina Pública, Capital Humano, Sustentabilidade Ambiental, Potencial de Mercado e Inovação. De acordo com o relatório final, a metodologia do ranking foi elaborada a partir de amplo estudo de benchmark internacional e de literatura acadêmica especializada sobre o assunto.


Para o CPL, os governos locais e regionais estão em posição privilegiada para atuar na conscientização da população, ao mesmo tempo em que podem ser ponte entre os governos centrais e organizações da sociedade civil, do setor privado e academia, endereçando o tema da sustentabilidade como valor fundamental para o desenvolvimento.


OPINIÃO CE