'Vaquinha' arrecada R$ 200 mil para ajudar menino que teve órgão genital decepado pelo padrasto em Canindé - Revista Camocim

Clique na imagem e conheça nossos produtos e ofertas

Clique na imagem e conheça nossos produtos e ofertas


Clique na imagem e fale com a gente

Em Camocim, hospede-se nos hotéis Ilha Park e Ilha Praia Hotel. Clique na imagem e faça sua reserva




terça-feira, 13 de fevereiro de 2024

'Vaquinha' arrecada R$ 200 mil para ajudar menino que teve órgão genital decepado pelo padrasto em Canindé



O menino de 5 anos que teve o órgão genital decepado pelo padrasto, em Canindé, no Ceará, recebeu apoio financeiro para se recuperar da violência por meio de uma ‘vaquinha’ online. A meta era arrecadar R$ 150 mil para o tratamento da criança, mas o valor das doações chegou a R$ 202 mil até a noite desta segunda-feira (12). 


O valor foi levantado em apenas uma semana, após a criação da campanha, em 5 de fevereiro deste ano. Ao todo, 6,4 mil pessoas contribuíram. 


Atualmente, a criança está sob a guarda do pai biológico. Em 6 de dezembro do ano passado, quando ainda morava com a mãe e o padrasto, a criança deu entrada no Instituto Doutor José Frota (IJF), com seu órgão genital dilacerado e em uma caixa de isopor.


No mesmo dia, os médicos conseguiram reimplantá-lo, mas ainda é necessária uma cirurgia reconstrutora, além do atendimento psicológico para superar o trauma.  


Entenda o caso


Quando a criança deu entrada na unidade hospitalar, os médicos notaram que a mãe do garoto dava versões diferentes para justificar a dilaceração do órgão. As assistentes sociais foram acionadas e chamaram a polícia. 


Conforme as investigações, o menino sofria uma série de abusos físicos e psicológicos por parte do padrasto e era mantido afastado do pai biológico. Ainda segundo a Polícia, a mãe da criança era conivente com as violências. 


O padrasto suspeito, de 26 anos, foi preso pelo crime de lesão corporal grave. Já a mãe, de 27 anos, foi indiciada por omissão e responderá em liberdade. A Polícia acredita que ele tenha usado uma faca para cometer o crime. 


Diário do Nordeste