Projeto quer garantir prioridade no atendimento psicossocial de pais que cuidam integralmente de filhos autistas - Revista Camocim

Clique na imagem e fale com a gente

Clique na imagem e conheça nossos produtos e ofertas

Clique na imagem e conheça nossos produtos e ofertas

Financiamento a partir de R$160 mil.Venha conversar com a gente. Clique na imagem.


Em Camocim, hospede-se nos hotéis Ilha Park e Ilha Praia Hotel. Clique na imagem e faça sua reserva




terça-feira, 6 de fevereiro de 2024

Projeto quer garantir prioridade no atendimento psicossocial de pais que cuidam integralmente de filhos autistas


Tramita na Assembleia Legislativa projeto de lei que assegura o direito ao atendimento psicossocial prioritário, na Rede Estadual de Saúde Pública, a mães e pais que se dedicam integralmente ao cuidado de filhos com Transtorno do Espectro Autista (TEA) no Estado do Ceará. A propositura é de autoria do líder do governo na Casa, deputado Romeu Aldigueri.


O projeto visa fortalecer o sistema de saúde pública estadual para garantir que mães e pais recebam o apoio psicossocial, através dos serviços de psicologia, psiquiatria, terapia ocupacional e assistência social, mitingando os impactos emocionais e psicológicos enfrentados por esses cuidadores, e promovendo um ambiente familiar mais saudável e sustentável.


Para Aldigueri, a relevância do suporte psicossocial estende-se além do bem-estar individual das mães e dos pais, refletindo positivamente na saúde pública e no bem-estar social como um todo. “Famílias que recebem o apoio adequado tendem a demandar menos os serviços de emergência e hospitalares, resultando em uma economia significativa para o sistema de saúde pública e em uma melhor alocação de recursos. A implementação desta legislação não apenas reafirma o compromisso do Estado do Ceará com a saúde mental e o bem-estar das famílias, mas também promove uma sociedade mais inclusiva.”, ressalta o parlamentar.