Oposição de Granja tentou, sem sucesso, boicotar e acabar com o carnaval da cidade - Revista Camocim

Clique na imagem e fale com a gente

Clique na imagem e conheça nossos produtos e ofertas

Clique na imagem e conheça nossos produtos e ofertas

Financiamento a partir de R$160 mil.Venha conversar com a gente. Clique na imagem.


Em Camocim, hospede-se nos hotéis Ilha Park e Ilha Praia Hotel. Clique na imagem e faça sua reserva




sábado, 10 de fevereiro de 2024

Oposição de Granja tentou, sem sucesso, boicotar e acabar com o carnaval da cidade



Uma banda nefasta da oposição de Granja, encabeçada hoje pelo Dep. Sérgio Aguiar e James Bel, tentaram na última semana, boicotar e acabar com o carnaval da cidade. Entenda:


Sérgio Aguiar, James Bel, Donato Fontenele e Leandro Bodega, usaram uma de suas cabos eleitorais com laranja, a Senhora Tatiany Magalhães, moradora da zona rural de Granja, para assinar uma denúncia “pronta” e sem fundamento algum, protocolando-a no MP local, podendo com isso ter prejudicado a festa de milhares de granjenses, turistas e principalmente gerando desemprego e falta de renda na cidade e na região, pois prejudicaria todos os comerciantes, direta e indiretamente, sobretudo os barraqueiros, ambulantes, camelôs e autônomos que esperam o ano todo para ter uma renda extra e levar o sustento da sua família. Podemos ainda citar dentre os prejudicados os donos de carros de horário, bares, botecos, comércios de bebidas, restaurantes, mercantis, taxistas, mototaxistas, lojas de cosméticos, salões de beleza, manicures, designer de sobrancelhas, lojas de roupas calçados e acessórios, hotéis, pousadas, frigoríficos, bodegas, enfim, todo comércio direto e indireto que lucra e gera emprego e renda não só na cidade de Granja, mas em toda região.


O carnaval de Granja impacta diretamente em todas as cidades circunvizinhas, principalmente no comércio de Camocim, lotando inclusive os hotéis e pousadas da cidade, como também dando maior movimento aos carros de horário, carros fretados e de aluguel, taxis e mototáxis de toda região, que vem para Granja por saber que a cidade proporciona os eventos mais organizados, de maior infraestrutura  e segurança do estado.


No entanto, o próprio Ministério Público, diligente e responsável concluiu que a denúncia não tinha fundamento algum, constatando assim a sua inveracidade e total falta de argumentos por parte de quem a redigiu, tentando por má-fé induzir o membro do Ministério Público a erro.


Essa é uma parte da oposição de Granja! Não trabalha, não faz nada por ninguém, não ajuda ninguém e ainda quer perseguir a população, tentando deixar o granjense, e todos aqueles que curtem o melhor carnaval da região sem folia e sem renda.


Carlos Jardel