MP Eleitoral recomenda prefeito Jaime Veras que não utilize carnaval para se promover politicamente - Revista Camocim

Clique na imagem e fale com a gente

Clique na imagem e conheça nossos produtos e ofertas

Clique na imagem e conheça nossos produtos e ofertas

Financiamento a partir de R$160 mil.Venha conversar com a gente. Clique na imagem.


Em Camocim, hospede-se nos hotéis Ilha Park e Ilha Praia Hotel. Clique na imagem e faça sua reserva




quinta-feira, 8 de fevereiro de 2024

MP Eleitoral recomenda prefeito Jaime Veras que não utilize carnaval para se promover politicamente



O Promotor Eleitoral da 108º Zona Eleitoral, que responde por Barroquinha, Tiago Santos Duarte, recomendou ao prefeito Jaime Veras, vereadores e demais agentes políticos, que não utilize a festas de carnaval para a promoção pessoal e politica, sob risco de responderem por crime eleitoral — propaganda eleitoral antecipada e abuso de poder politico e econômico. O prefeito poderá ainda ser enquadrado por improbidade administrativa, ficando inelegível e ainda pagar multas. 


Em outras palavras, o prefeito Jaime Veras e seus aliados políticos estão proibidos de receberem “alozinhos”, terem seus nomes citados nos palcos por apresentadores e artistas, dentre outros atos ilegais.


A recomendação foi também para Chaval, porém o município não promove festa de carnaval. Contudo, o alerta do Ministério Público Estadual Eleitoral serve para as demais festas públicas — aniversário da cidade, festa de padroeiro e outras — realizadas pelos respectivos municípios no decorrer deste ano de eleições municipais.  


Alfinetada


A questão é o prefeito de Barroquinha, Jaime Veras, que, por se sentir um deus, vive atropelando leis para se promover e promover seus aliados, seguirá a recomendação ministerial?


Mantenha a câmera do seu aparelho celular ligado.


Confira trecho da recomendação



Carlos Jardel