Homem é preso por suspeita de envolvimento na chacina de Aracoiaba - Revista Camocim

Clique na imagem e conheça nossos produtos e ofertas

Clique na imagem e conheça nossos produtos e ofertas


Clique na imagem e fale com a gente

Em Camocim, hospede-se nos hotéis Ilha Park e Ilha Praia Hotel. Clique na imagem e faça sua reserva




quarta-feira, 21 de fevereiro de 2024

Homem é preso por suspeita de envolvimento na chacina de Aracoiaba


 Um homem de 28 anos foi preso por suspeita de envolvimento na chacina de Aracoiaba, no interior do Ceará, episódio que terminou com as mortes de quatro homens no último sábado (17). A captura ocorreu em Baturité, município vizinho, no fim da tarde dessa segunda-feira (19), de acordo com a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS).


O suspeito estava ainda em posse de drogas. A prisão, já convertida em preventiva, foi efetuada por agentes da Polícia Civil do Estado do Ceará (PCCE) e da Coordenadoria Integrada de Planejamento Operacional (Copol) da SSPDS.


Ele foi conduzido a uma unidade policial e autuado em flagrante pelos crimes de homicídio e tráfico de drogas, e se encontra à disposição da Justiça cearense. O preso possui antecedentes criminais por homicídio, homicídio tentado, tráfico de drogas, posse irregular de arma de fogo, corrupção de menores e por integrar grupo criminoso.


Ainda não foram identificados outros participantes nas múltiplas mortes, mas a SSPDS informou, em nota, que as Forças de Segurança estão em diligência para "localizar e capturar todos os suspeitos envolvidos na ação criminosa".


Vítimas 


O Diário do Nordeste apurou que a chacina ocorreu por volta 21h em um bar, na localidade de Arraial Santa Isabel, Toca do Cururu, no último sábado, e vitimou homens de 24, 25, 36 e 48 anos. Segundo uma fonte da Polícia Militar que atua em Aracoiaba, a principal suspeita é de que o alvo seria apenas uma das vítimas que estavam no estabelecimento. O homem teria "rasgado a camisa" de uma facção (ou seja, teria trocado de grupo criminoso).


Entretanto, outros três homens, que não teriam relação com a guerra entre as facções, também foram executados a tiros. Um deles, inclusive, era o secretário de Obras Públicas e Mobilidade Urbana de Aracoiaba, Kennedy Guedes da Silva. As vítimas foram veladas juntas, na escola Pedro Guedes, no Centro de Aracoiaba, nests segunda-feira (19).


Chacina de Caucaia


Outra chacina foi registrada no sábado, horas depois, em Caucaia, na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF). Quatro mulheres foram assassinadas em uma residência. Elas tinham 16, 39 e 44 anos, e outra ainda não foi identificada formalmente. O alvo da ação criminosa de uma facção seria um jovem de 22 anos, filho e sobrinho de duas vítimas.


Os criminosos invadiram o imóvel para matá-lo, mas, como ele não foi encontrado, as mulheres foram executadas. Ele foi localizado pela Polícia e preso em flagrante no domingo (18), na posse de 80 gramas de maconha, e autuado por organização criminosa, associação para o tráfico e tráfico de drogas.


As investigações da Polícia Civil do Ceará (PCCE) sobre as chacinas desse fim de semana têm como principal linha de investigação que os crimes foram motivados por briga entre facções criminosas. 


Diário do Nordeste