Consórcio que vai controlar parque de Jeri administra Cataratas de Iguaçu, Noronha e aquário do Rio - Revista Camocim

Clique na imagem para enviar o seu curriculum

Clique na imagem e conheça nossos produtos e ofertas

Clique na imagem e conheça nossos produtos e ofertas

Financiamento a partir de R$160 mil.Venha conversar com a gente. Clique na imagem.


Em Camocim, hospede-se nos hotéis Ilha Park e Ilha Praia Hotel. Clique na imagem e faça sua reserva




quinta-feira, 1 de fevereiro de 2024

Consórcio que vai controlar parque de Jeri administra Cataratas de Iguaçu, Noronha e aquário do Rio


O projeto de como e quando serão feitos os investimentos no Parque Nacional de Jericoacoara pelo Consórcio Dunas está previsto para ser apresentado para o Estado e Município de Jijoca de Jericoacoara no próximo mês de março. Leiloado por R$ 61 milhões pelo Governo Federal, com ágio de 716,32%, a gestão do local deve ter duração de 30 anos.


O Consórcio Dunas é composto pelo Grupo Cataratas, administrador do Parque Nacional do Iguaçu (onde estão as Cataratas do Iguaçu, no Paraná), o AquaRio (aquário localizado no Rio de Janeiro) e Parque Nacional de Fernando de Noronha (EcoNoronha), entre outras, e a empresa Construcap.


A informação de previsão de apresentação do projeto no Ceará foi dada pelo prefeito de Jijoca, Lindbergh Martins (PSD). Ele se disse otimista com a forma da concessão que estabelece uma administração compartilhada entre Estado, município e a empresa vencedora.


"Após a vitória fomos analisar como foi o crescimento desses locais já administrados pelo Grupo Cataratas e, realmente, eles conseguiram dar uma alavancada no turismo nessas regiões. Já a expectativa deles aqui deve ser de até triplicar o número de turistas."


A reportagem entrou em contato com o Grupo Cataratas, que por meio da assessoria de comunicação afirma que só vai se manifestar sobre os assuntos ligados a concessão do Parque Nacional de Jeri após a assinatura do contrato, que ainda não tem data prevista.


O novo Parque contará com wi-fi gratuito, estacionamento, pontos de alimentação e venda de lembranças. A concessionária é responsável por toda oferta de serviços de segurança, limpeza e manutenção de infraestruturas, além de criação de brigada de incêndio.


Também são previstos cerca de R$ 91 milhões ao longo da concessão, em ações de educação, projetos de pesquisa, manejo de espécies, projetos de integração com o entorno, apoio a projetos de mobilidade para moradores e trabalhadores da Vila de Jericoacoara, dentre outros.


Via Diário do Nordeste