Segundo suspeito de tentativa de assalto a buggy no Cumbuco é preso; ele já era foragido da Justiça - Revista Camocim


Clique na imagem e conheça nossos produtos e ofertas

Clique na imagem e conheça nossos produtos e ofertas


Clique na imagem e fale com a gente

Em Camocim, hospede-se nos hotéis Ilha Park e Ilha Praia Hotel. Clique na imagem e faça sua reserva




sábado, 13 de janeiro de 2024

Segundo suspeito de tentativa de assalto a buggy no Cumbuco é preso; ele já era foragido da Justiça



O segundo suspeito da tentativa de assalto na praia do Cumbuco, em Caucaia, na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF), foi preso na tarde desta sexta-feira (12). Conforme a Polícia Civil, Francisco Jamerson Alves Barros, de 23 anos, mais conhecido como 'Xambinho', estava em um imóvel na Jurema quando foi capturado. O criminoso havia fugido com outros seis internos de uma penitenciária em Pacatuba em setembro do ano passado e, desde então, era considerado foragido.


De acordo com Gustavo Pernambuco, diretor do Departamento de Polícia Judiciária Metropolitana (DPJM), Xambinho era conhecido na região como um “possível matador de uma facção” criminosa. “Por isso, o grau de periculosidade que ele tinha”, ressaltou o delegado.


No momento da prisão, o suspeito ainda tentou fugir pelos telhados do imóvel onde estava, mas a Polícia já tinha fechado o cerco contra ele. “Ele já responde por homicídio, roubo e associação para o tráfico de drogas”, além de estar foragido da Justiça, detalhou o delegado Andrade Júnior, titular da Delegacia de Proteção ao Turista (Deprotur).


Xambinho foi encaminhado para a Delegacia de Capturas e Polinter (Decap) e deve passar por audiência de custódia apenas neste sábado (13).


Assaltos nas praias


Para o delegado Andrade Júnior, assaltos em regiões de praia "podem ocorrer", mas não são tão frequentes se considerada a demanda turística das regiões. "O Ceará, hoje, é um dos maiores polos turísticos, temos uma demanda turística muito grande, mas não temos um grande número de ocorrências”, garantiu.


Primeiro preso


O primeiro preso pela tentativa de assalto foi Antônio Carlos da Silva Santos, conhecido como Kekel, de 25 anos. O suspeito foi capturado na noite dessa quinta-feira (11) e teve a prisão mantida pela Justiça nesta sexta (12). Ele já responde a outros 12 processos por crimes de roubo, porte ilegal de arma de fogo e homicídios.


Lembre o caso


A tentativa de assalto foi registrada na manhã de terça-feira (9), quando dois homens armados tentaram render turistas que faziam um passeio de buggy nas dunas da praia do Cumbuco, conhecido destino turístico cearense, em Caucaia.


Assaltos nas praias


Para o delegado Andrade Júnior, assaltos em regiões de praia "podem ocorrer", mas não são tão frequentes se considerada a demanda turística das regiões. "O Ceará, hoje, é um dos maiores polos turísticos, temos uma demanda turística muito grande, mas não temos um grande número de ocorrências", garantiu.


Primeiro preso


O primeiro preso pela tentativa de assalto foi Antônio Carlos da Silva Santos, conhecido como Kekel, de 25 anos. O suspeito foi capturado na noite dessa quinta-feira (11) e teve a prisão mantida pela Justiça nesta sexta (12). Ele já responde a outros 12 processos por crimes de roubo, porte ilegal de arma de fogo e homicídios.


Lembre o caso


A tentativa de assalto foi registrada na manhã de terça-feira (9), quando dois homens armados tentaram render turistas que faziam um passeio de buggy nas dunas da praia do Cumbuco, conhecido destino turístico cearense, em Caucaia.


Em vídeo enviado ao Diário do Nordeste, os suspeitos aparecem com arma em punho logo à frente do veículo, tentando parar os passageiros, mas o motorista do buggy acelera e eles seguem a viagem. Um segundo buggy que levava integrantes da mesma família chegou a ser alvejado.


Segundo o turista que filmou o crime, o professor André Araújo, morador de Santa Catarina, o veículo atrás do dele levava o pai, a irmã e o cunhado, que perceberam a ação e se abaixaram para se proteger. “Quando meu cunhado olhou para trás para ver o boné, ele viu o bandido se agachar. Nesse momento, ele abaixou minha irmã e ouviu dois disparos. O bugueiro foi realmente habilidoso e salvou a todos, com certeza”, relatou o turista.


Diário do Nordeste