Com fortes trovoadas, Fortaleza e municípios do Interior registram chuva no primeiro dia de 2024 - Revista Camocim

Clique na imagem e fale com a gente

Clique na imagem e conheça nossos produtos e ofertas

Clique na imagem e conheça nossos produtos e ofertas

Financiamento a partir de R$160 mil.Venha conversar com a gente. Clique na imagem.


Em Camocim, hospede-se nos hotéis Ilha Park e Ilha Praia Hotel. Clique na imagem e faça sua reserva




segunda-feira, 1 de janeiro de 2024

Com fortes trovoadas, Fortaleza e municípios do Interior registram chuva no primeiro dia de 2024


Após os relógios marcarem 0h, muitos fortalezenses foram surpreendidos por uma chuva que atingiu a Capital durante a madrugada com fortes trovoadas e raios. No Interior, alguns municípios também registraram precipitações no Réveillon. 


Conforme o Diário do Nordeste havia antecipado ao longo da semana, os meteorologistas da Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme) indicavam a alta probabilidade de chuva durante a noite do domingo (31) e as primeiras horas da manhã desta segunda-feira (1º).


A previsão era de precipitações mais concentradas sobre a região Noroeste e Centro-Sul do Estado durante a noite, além de chuva de intensidade fraca a moderada sobre o Cariri e porção sul do Sertão Central e Inhamuns. Para a Capital, as chuvas eram esperadas na madrugada. As previsões acabaram se confirmando.


Réveillon chuvoso


Por volta das 3 horas, pancadas de chuva com fortes raios e trovões foram registrados na Capital. Até a manhã desta segunda-feira, o acumulado de chuva em Fortaleza foi de 6 milímetros (mm). 


Conforme dados preliminares divulgados pela Funceme, até as 8 horas, 52 municípios enviaram dados meteorológicos, dos quais 51 registraram chuva nas últimas horas.


Alerta de chuvas intensas


Para esta segunda-feira, o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) emitiu alerta de chuvas intensas para a maior parte do País, incluindo um trecho do território cearense que faz divisa com o Piauí.


O alerta indica “perigo potencial” de chuvas que podem chegar a 50 mm, além de ventos intensos (40-60 km/h) para os sertões cearenses e as regiões Noroeste, Centro-Sul e Sul do Estado.


Diário do Nordeste