Ministro da Educação descarta cancelamento do Enem após suposto vazamento de imagens da prova - Revista Camocim

Clique na imagem e se inscreva no nosso canal


Clique na imagem e conheça nossos produtos e ofertas

Clique na imagem e conheça nossos produtos e ofertas


Clique na imagem e fale com a gente

Em Camocim, hospede-se nos hotéis Ilha Park e Ilha Praia Hotel. Clique na imagem e faça sua reserva




segunda-feira, 6 de novembro de 2023

Ministro da Educação descarta cancelamento do Enem após suposto vazamento de imagens da prova




O ministro da Educação, Camilo Santana, descartou nesta segunda-feira (6) o risco de cancelamento da primeira fase do Exame Nacional do Ensino Médio, após suposto vazamento das provas.

As informações são do jornal O Globo. A Polícia Federal foi acionada para investigar a imagem de uma prova que circulou nas redes sociais no domingo (5), que mostra a página do tema da redação, com os respectivos textos motivacionais.

Questionado se haveria um risco de cancelamento, Camilo Santana afirmou que "de forma alguma".

Segundo o ministro, o exame transcorreu com "ocorrências pontuais", que estão sendo investigadas pela PF. Entre elas, a prisão de 15 pessoas e apreensão de celulares utilizados em fraudes.

"Foram ocorrências pontuais.Todas as ocorrências estão sendo investigadas pela PF para dar uma resposta. Balanço geral foi positivo, e todas as questões estão sendo investigadas pela PF, que apresentará para o MEC. Ontem [domingo] tivemos duas diligências em relação às imagens circuladas. A PF continua apurando e fazendo as investigações necessárias para identificar qualquer tipo de ilícito. Ontem mais de 4 mil pessoas foram desclassificadas, 15 adultos foram presos. Portanto, consideramos que foi um dia positivo na realização da primeira etapa do Enem", declarou Camilo Santana.

Diário do Nordeste.