Juiz decide não se manter como magistrado de briga jurídica no PDT-CE - Revista Camocim


Clique na imagem e conheça nossos produtos e ofertas

Clique na imagem e conheça nossos produtos e ofertas


Clique na imagem e fale com a gente

Em Camocim, hospede-se nos hotéis Ilha Park e Ilha Praia Hotel. Clique na imagem e faça sua reserva




terça-feira, 14 de novembro de 2023

Juiz decide não se manter como magistrado de briga jurídica no PDT-CE


O juiz Cid Peixoto do Amaral Neto, da 3ª Vara Cível da comarca de Fortaleza, decidiu, nesta segunda-feira (13), declinar de sua competência para continuar como magistrado nas brigas jurídicas do PDT no Ceará. A decisão, conforme o juiz, foi fundamentada em questões técnicas formais. Desta forma, o processo que definirá a intervenção, ou não, no diretório estadual do partido será redistribuído.


“Ante o exposto, por questões técnicas formais, declino da competência para determinar que este processo siga para a redistribuição para um juízo cível residual. Mantenho os termos da decisão de págs. 236-237, ficando a critério do juízo a ser redistribuído a manutenção ou não dos autos praticados”, informa o magistrado em um trecho do documento.

Ceará News 7