Gratuito, Festival Nordestino de Teatro acontece em Guaramiranga, com espetáculos, música e mais - Revista Camocim

Clique na imagem e se inscreva no nosso canal


Clique na imagem e conheça nossos produtos e ofertas

Clique na imagem e conheça nossos produtos e ofertas


Clique na imagem e fale com a gente

Em Camocim, hospede-se nos hotéis Ilha Park e Ilha Praia Hotel. Clique na imagem e faça sua reserva




quarta-feira, 15 de novembro de 2023

Gratuito, Festival Nordestino de Teatro acontece em Guaramiranga, com espetáculos, música e mais


Que tal subir a serra e aproveitar o feriado com o melhor das Artes Cênicas? Essa é a proposta do Festival Nordestino de Teatro, cuja realização acontece de forma gratuita em Guaramiranga a partir desta quarta-feira (15), seguindo até sábado (18).


O evento chega à 30ª edição contemplando espetáculos, oficinas, debates e música na programação. A ideia é ativar diferentes espaços do município, desde a praça até o hall do Teatro Municipal, passando pela sede e a praça da Associação dos Amigos da Arte de Guaramiranga (Agua).


O roteiro de atividades festeja o teatro popular dos reisados, as cenas curtas aprendidas com os dramas, a magia do espetáculo improvisado vivido no Cangalha e outras tantas maravilhas da arte teatral descortinadas desde a edição número um.


E o melhor: tudo vai de manhã até à noite. A Cerimônia de Abertura será à noite na Praça do Teatro, mas desde cedo tem arte na cidade. Para o público infantil, a mostra FNT para Crianças dá as boas-vindas no dia 15 com o Festejo dos 30 anos do FNT, no Palco da Vicente Soares, local que receberá o público infantil nos outros dias com oficinas circenses e espetáculos. 


Diferentes públicos


Além das crianças, tem atividades para todos os públicos. A Mostra Cenas Germinantes nasce nesta edição com o propósito de dar uma contribuição simbólica ao futuro do teatro cearense, favorecendo o debate estético-político acerca do futuro de nossa produção teatral apoiando processos de montagem de espetáculos propostos por coletivos e/ou encenadores cearenses. 


Estão na mostra o Coletivo Paralelo, de Maracanaú (“Volare: De Brasil Para El Mundo”); Cia Curral de Pedras, de Quixadá (“Olho D’água”); Coletivo Flecha Lançada Arte, de Crato (“Coragem – Somos Vozes dos Nossos Ancestrais”); intérpretes Isadora Ravena e Georgia Vitrilis (“Inferno”), Teatro Máquina (“Movediça”) e Trama de Gato (“Gato Preto”), de Fortaleza. 


Nas manhãs seguintes às apresentações, os trabalhos apresentados serão temas dos Diálogos Germinantes, na sede da AGUA. A curadoria desta nova mostra é de Gyl Giffony, que no dia 17, também na sede da AGUA, lança o livro “O lugar invocado: teatralidades e espaços de memória da violência sociopolítica na América Latina”.


Várias mostras


Por sua vez, a tradicional Mostra Palco Ceará terá espetáculos selecionados dos grupos Trupe ‘Caba de Chegar (“A fábula do Monturo Velho”), Companhia de Teatro Epidemia de Bonecos (“Pas de temps”) e Grupo Evan Teixeira (“O bode quer”), de Fortaleza; Circo Muamba, de Aracati (“Bafafá” e “Tudo junto e misturado”); Coletivo Bota o Teu, de Maracanaú (“Sarau bota o teu”); e, como convidada, a Trupe Motim de Teatro, de Quixeré (“Pequeno show de horrores para sustos medonhos” e “Laborioso contato – um palhaço anuncia o fim do mundo”). 


Tem mais espetáculos no festival. A Turma 3 da Escola Livre de Teatro do Maciço de Baturité (ELT Maciço) apresenta “Corri longe demais para chegar em casa”, resultado do processo formativo do Projeto Escolas da AGUA – Música Teatro e Comunicação, que conta com o apoio cultural da Secretaria da Cultura do Estado do Ceará.


Na Cena Plural, tem música (Forró na Feira com Bya Dançarina, de Baturité), performance em Libras com o professor de libras, ator performer e mímico Lauro Neto (“De Charlie Chaplin a Lampião”) e o artista mágico e mentalista surdo Lucas Dias Ferreira (“O Mentalista Surdo”), e tem teatro com o convidado Teatro Brincante, de Pentecoste (“Cinderela: A história que sua mãe não contou”).


A tradicional mostra Música no FNT acontecerá nas quatro noites, com artistas de Guaramiranga, Baturité, Redenção e Fortaleza, no Palco da Vicente Soares e no Odilon Bar.  


Para o público da cidade e visitantes, o sábado de encerramento do festival terá Cortejo de Guaramiranga e Intervenções Circenses nas ruas da cidade; Solenidade de Encerramento na Praça do Teatro, com homenagens do FNT; e apresentação do grupo de tradições “Arte, Cultura e Memória”. Como espetáculo de encerramento, o grupo Dona Zefinha apresenta o show "Invocado que só", com a participação do Mestre Vicente Chagas.


Serviço


FNT – Edição Especial 30 anos

De 15 a 18 de novembro de 2023 em Guaramiranga, Ceará. Informações no site e nas redes sociais do FNT (instagram e facebook)


Diário do Nordeste