Enteada de cantor de forró morto após picada de aranha segue internada - Revista Camocim

Clique na imagem e se inscreva no nosso canal


Clique na imagem e conheça nossos produtos e ofertas

Clique na imagem e conheça nossos produtos e ofertas


Clique na imagem e fale com a gente

Em Camocim, hospede-se nos hotéis Ilha Park e Ilha Praia Hotel. Clique na imagem e faça sua reserva




quarta-feira, 8 de novembro de 2023

Enteada de cantor de forró morto após picada de aranha segue internada


A enteada do cantor de forró Darlyn Morais continua internada no Hospital Geral de Palmas (HGP), Tocantins. Darlyn morreu após ser picado por uma aranha, nesta segunda-feira (6). A mulher de 18 anos também foi atingida no pé pelo animal. 


As informações são do jornal o Globo. Conforme a família, no mesmo dia, a jovem apresentou os mesmos sintomas do padastro. A causa da morte do cantor de forró continua sendo apurada. 


Morte de cantor após ser picado por aranha


O cantor de forró Darlyn morreu após ter sido picado por uma aranha no rosto. As reações alérgicas começaram a surgir no cantor ainda na semana passada, quando Darlyn Morais teria sido picado. Segundo os familiares, a região atingida começou a escurecer, enquanto outros sintomas também surgiram pelo corpo.


"Ele sentiu fraqueza pelo corpo e começou a escurecer o rosto na terça-feira da semana passada. Procurou hospital e foi internado neste domingo no HGP", explicou a esposa dele, Jhullyenny Lisboa Silva, comentando que o marido começou a passar mal no dia 31 de outubro. Até então, a suspeita é de que a picada tenha ocorrido em casa, no município de Miranorte.


O óbito do cantor foi confirmado pela Secretaria de Estado de Saúde (SES). "A Secretaria de Estado da Saúde (SES-TO) informa que o paciente Darlyn Morais foi acolhido no Hospital Geral de Palmas (HGP), mas infelizmente foi a óbito, por causa ainda em investigação. A SES-TO lamenta o ocorrido e roga a Deus o conforto de todos os familiares e amigos", diz a nota do órgão.


Antes do caso se agravar, Darlyn havia sido levado ao hospital de Miranorte, de onde recebeu alta na sexta (3). O HGP foi procurado logo depois, quando o músico percebeu que os sintomas persistiam. 


Diário do Nordeste