Lutador de 23 anos, nocauteado em competição amadora em Jericoacoara, morreu de traumatismo craniano - Revista Camocim


Clique na imagem e conheça nossos produtos e ofertas

Clique na imagem e conheça nossos produtos e ofertas


Clique na imagem e fale com a gente

Em Camocim, hospede-se nos hotéis Ilha Park e Ilha Praia Hotel. Clique na imagem e faça sua reserva




segunda-feira, 16 de outubro de 2023

Lutador de 23 anos, nocauteado em competição amadora em Jericoacoara, morreu de traumatismo craniano


O jovem João Victor Penha, morto três dias após ser nocauteado em um torneio amador de luta em Jericoacoara, no Ceará, sofreu uma parada circulatória em consequência de um traumatismo no crânio, conforme informou o hospital.


Ele participava de uma competição na Vila de Jericoacoara, um dos pontos mais visitados por cearenses e visitantes, no sábado (7). No dia seguinte, ele foi hospitalizado em Sobral, onde morreu dois dias depois. A polícia investiga o caso.


Durante o confronto, João Victor foi atingido com um soco na cabeça. Imediatamente após o golpe, Victor cai no chão desmaiado. Conforme apuração do g1, o jovem chegou a receber socorro ainda no local do evento.


"Após a realização de exames, foi decretada morte encefálica do paciente, que evoluiu também para uma parada circulatória", disse o hospital em nota.


Em nota de pesar publicada nas redes sociais, o evento lamentou a morte de Victor.

"Com muita tristeza no coração recebemos a notícia que Vítor não resistiu. Hoje o esporte chora. Lamentos profundamente essa perca e oferecemos todo nosso consolo à família. Pedimos que orem pelos familiares e por todos que foram afetados e arrasados por essa tragédia. Descanse em paz, Vítor, que o Senhor o tenha em bom lugar", disse o evento.


Natural de Bela Cruz, município vizinho a Jijoca de Jericoacoara, Victor trabalhava como gestor de recursos humanos em um hotel da região turística. Ele completou 23 anos no último dia 21 de setembro. 


(Fonte: G1/CE)


via Camocim Portal de Notícias